Redes Sociais

RN 360º

Irã espera crescer 5% após fim de sanções

Mundo

Irã espera crescer 5% após fim de sanções

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, transmitiu um discurso em cadeia nacional hoje afirmando que o “martírio” de autoridades permitiu o fechamento do acordo que levou à suspensão das sanções econômicas contra o país.

“Hoje é um dia histórico e excpecional na história econômica e política da nação iraniana”, afirmou, depois de já ter proferido um discurso no parlamento durante a manhã. Otimista com a economia, Rouhani diz que espera crescimento econômico de 5% do país em 2016.

“Depois de 12 anos de perseverança e resistência combinadas a paciência e sacrifício — incluindo o martírio de nossos cientistas nucleares e o irrefreável e contínuo esforço de nossos cientistas nucleares, diplomatas, autoridades jurídicas e econômicas do país — o Irã atingiu um ponto de convergência”, continuou. “O acordo é uma ferramenta para progresso, crescimento e desenvolvimento do país e para a segurança da região.”

Segundo Rouhani, o acordo garante que o Irã não será mais prejudicado por uma decisão injusta que havia culminado na imposição de sanções. Segundo ele, o país está unido em torno da decisão, e as negociações foram realizadas sob o consentimento do lider supremo do país, Aiatolá Khamenei.

“Hoje, nossos homens e mulheres empresários podem recorrer às normas financeiras legais para expandir o comércio e exportação com maior facilidade”, disse Rouhani. “Agora, os bancos do páis vão interagir com bancos ao redor do mundo sobre assuntos financeiros e monetários, fornecendo e contratando serviços requeridos.”

Segurança

“Esse é um acordo global endossado internacionalmente”, disse o presidente. “Hoje não pode existir uma desculpa ilusória para outros dizerem que o país está se dividindo.”

Em seu discurso, Rouhani criticou diretamente a Arábia Saudita, país com quem o Irã vive tensões diplomáticas recentes. O governo saudita, ao lado do israelens, foi crítico do acordo nuclear que culminou no fim das sanções econômicas.

Segundo Rouhani, o acordo do Irã com a comunidade internacional deixa o Oriente Médio mais seguro.

Troca de prisioneiros

Rouhani proferiu o discurso com transmissão também feita pela rede de TV CNN, logo após a imprensa estatal iraniana noticiar que ao menos três dos quatro americanos libertados ontem em um acordo de troca de prisioneiros estavam já voando de volta para os EUA. A troca, que determinou também a libertação de 7 iranianos presos em território americano, foi anunciada no mesmo dia que a suspensão das sanções.

Segundo a CNN, os americanos libertados devem pousar na Suíça, onde deverão tomar outro avião para os Estados Unidos. O governo suíço anunciou hoje que também está suspendendo as sanções contra o Irã, seguindo medida tomada pelos EUA, pela União Europeia e pela ONU.

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Mais em Mundo

Subir