Redes Sociais

Justiça solta principal acusado de matar o jornalista F. Gomes

Policial

Justiça solta principal acusado de matar o jornalista F. Gomes

O juiz caicoense, Luiz Cândido de Andrade Villaça, mandou soltar nesta quinta-feira (31), o comerciante Lailson Lopes, que também é conhecido como “Gordo da Rodoviária”. Ele é um dos réus apontado pela Polícia Civil como sendo partícipe da morte do jornalista F. Gomes, ocorrida em outubro de 2010.

De acordo com a decisão, o advogado reclamou do excesso de prazo e o magistrado de acordo com os termos do artigo 5º, inciso LXVI, da Constituição Federal c/c os artigos 310, 311, 312, 313 e 316 do Código de Processo Penal, concedeu.

A ele foram aplicadas medidas cautelares, quais sejam: Comparecer perante a autoridade, sempre que intimado, para atos do inquérito e da instrução criminal e para o julgamento; Não mudar de residência, sem prévia permissão deste Juízo; Não se ausentar, por mais de 08 (oito) dias, de sua residência, sem comunicar a este Juízo o lugar onde será encontrado e Comparecer diariamente a Penitenciária Estadual do Seridó (PES) para assinar livro de presença diária, entre o intervalo de 18:00 horas às 19:00 horas, como forma de fiscalização da medida.

O comerciante Lailson Lopes, estava detido no CDP da cidade de Patu/RN. Ele foi condenado em julgamento popular ocorrido em Caicó, mas, o Ministério Público, recorreu para o Tribunal de Justiça, para que a pena fosse aumentada. Os desembargadores entenderam que na verdade, deveria ocorrer outra sessão de júri, o que foi determinado, mas, a data ainda não foi agendada. Enquanto, isso, o réu aguardava pelo julgamento de recursos impetrados pelo advogado Aneziano Ramos.

A Polícia Civil cumpriu o mandado de prisão contra Lailson Lopes no dia 22 de fevereiro de 2011, em Caicó.

Blog do Sidney Silva

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais em Policial

Subir