Redes Sociais

Dólar tem maior baixa dos últimos onze meses

Brasil

Dólar tem maior baixa dos últimos onze meses

Após quase um ano, dólar tem queda de R$ 0,089 (-2,61%). Sendo vendido a R$ 3,306 a moeda americana encerrou a noite com a maior baixa desde 23 de julho de 2015, quando a cotação fechou em R$ 3,296.

O dólar operou em baixa durante toda a sessão, mas ampliou a queda a partir do meio-dia. A divisa acumula queda de 8,5% apenas em junho e de 16,3% no ano. Com isso, a moeda norte-americana interrompeu uma sequência de duas altas seguidas após o resultado do referendo que aprovou a saída do Reino Unido da União Europeia.

A terça-feira, 28 foi de bons resultados na bolsa de valores. O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, subiu 1,55% e fechou em 50.007 pontos. Também foi a primeira alta desde o referendo britânico.

As ações da Petrobras, as mais negociadas, tiveram altas expressivas. Os papéis ordinários, com direito a voto em assembleia de acionistas, subiram 4,17%, para R$ 11,25. Os papéis preferenciais, com preferência na distribuição de dividendos, saltaram 4,78%, para R$ 9,20.

Em todo o planeta, as bolsas de valores subiram num movimento de recuperação de perdas após a vitória dos partidários da retirada do Reino Unido da União Europeia. Investidores aproveitaram a forte queda no preço de ações para comprar os papéis por preços mais baixos.

Além do cenário externo, o mercado financeiro no Brasil foi beneficiado pela divulgação do Relatório de Inflação pelo Banco Central (BC), que prevê que a inflação oficial feche em 6,9% em 2016 e em 4,7% no próximo ano. Ao comentar o documento, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, indicou que vai manter a taxa Selic, juros básicos da economia, em 14,25% ao ano, por mais tempo que o esperado.

Juros altos atraem capitais estrangeiros para o Brasil, pressionando para baixo a cotação do dólar. Os investidores aproveitam a diferença em relação às taxas dos países desenvolvidos, que são mais baixas, para trazerem o dinheiro para países emergentes, que pagam juros maiores.

Mossoró Hoje via Agência Brasil

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais em Brasil

Subir