Redes Sociais

RN 360º

Motorista pega 20 anos de prisão por matar a vizinha e tentar contra vida de outra

Região Oeste

Motorista pega 20 anos de prisão por matar a vizinha e tentar contra vida de outra

O motorista Antônio Marcos Soares Nogueira, de 34 anos, pegou 13 anos pela morte de Mércia Freire de Mendonça Sousa e outros 7 anos por tentar matar Paula Dayana Freire Mendonça, crimes estes ocorridos no dia 4 de outubro de 2015, em Mossoró.

O julgamento começou de 8 horas, com a presidência do juiz Claudio Mendes Junior, em substituição ao juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros, que está de licença médica. Sorteado os sete membros do Conselho de Sentença, passou a ouvir as testemunhas, vítima e réu.

As testemunhas fizeram relatos fortes de que o réu costumava maltratar os filhos e enteados em casa. Dayana Freire afirmou diretamente que teve um caso extraconjugal com o réu Antônio Marcos e depois deste fato sua vida se transformou num “inferno”.

E teria sido este o motivo central do crime. Em seu depoimento, Antônio Marcos disse que realmente teve o relacionamento com Dayana e que depois disto sua vida dentro de casa se transformou num “inferno”. As testemunhas relatam que jogavam pedras um no outro.

Antes deste relacionamento, testemunhas, vítima e acusado relataram que as famílias eram amigas. Próximas. Inclusive, Mércia Freire era madrinha dos filhos de Antônio Marcos. Depois do fim do caso entre Dayana e Antônio Marcos, Mércia Freire ficou do lado de Dayana.

No dia do crime, segundo relatou as testemunhas, Antônio Marcos, portando uma arma, atirou pedras no telhado da casa de Mércia e fez ameaças. “Mércia já havia feito pelo menos três boletins de ocorrência e nada foi resolvido”, destaca a testemunha.

No dia da ocorrência, Mércia chamou Dayana para ir com ela registrar outro Boletim de Ocorrência na Delegacia de Plantão e pedir que a polícia agisse, pois já havia recomendação judicial para Antônio Marcos não tirar mais o sossego de Mércia Freire e Dayana.

Quando saiu de dentro de casa na companhia de Dayana, Antônio Marcos se aproximou e efetuou 4 tiros em Mércia Freire e mais dois em Dayana Freire, que só escapou porque conseguiu correr. “Ele atirou para me matar”, destaca a vítima aos jurados.

O promotor de Justiça Armando Lúcio Ribeiro pediu a condenação do réu por homicídio qualificado e também por tentativa de homicídio em sua forma qualificada. O advogado José Galdino, da defesa de Antônio Marcos, pediu que o Conselho de Sentença ponderasse, condenando o réu por homicídio simples e o absolvendo da tentativa de homicídio.

Ao final dos debates, por volta de meio dia, o Conselho de Sentença optou pela condenação. Diante dos quesitos votados pelos jurados, o juiz Claudio Mendes juntou aplicou pena de 13 anos de prisão pelo homicídio e mais 7 anos de prisão pela tentativa de homicídio. No mesmo julgamento, foi mantido a prisão do réu.

Mossoró Hoje

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Mais em Região Oeste

Subir