Redes Sociais

Ex-prefeito de Galinhos ameaça atual primeira-dama. “Vontade de dar um murro”

RN

Ex-prefeito de Galinhos ameaça atual primeira-dama. “Vontade de dar um murro”

A assistente social Aracelly Moraes, esposa do prefeito de Galinhos, Fábio Rodrigues, prestou queixa na Delegacia de Plantão, em Natal, depois de ter sofrido ameaças do ex-prefeito da cidade, Ricardo Araújo.

Por meio de um áudio enviado pelo whattsapp, Ricardo Araújo ameaçou bater na primeira dama do município: “Aracelly, tenha vergonha na cara, tu não tem vergonha não, se tu levasse um murro na cara, tu vai levar muito murro na cara ainda. Quem vai dar um murro sou eu. Tô com vontade de dar um murro na sua cara também “, atacou Ricardo, espalhando o áudio em um grupo de whattsapp cuja vítima está presente.

Aracelly contou na Delegacia que registrou Boletim de Ocorrência para se proteger das ameaças e alertar autoridades policiais para a postura agressiva do adversário político. Ela denunciou ainda que ele vem costumeiramente denegrindo sua imagem em grupos de whattsapp em conversas com pessoas da cidade.

No áudio entregue à polícia, além de ameaçar bater, Ricardo Araújo ataca Aracelly a chamando de desonesta e corrupta. O ex-prefeito também afirma que a primeira dama e o atual prefeito armaram um golpe para que assumirem a gestão, uma vez que Fábio foi eleito vice-prefeito em 2012, na chapa encabeçada pela mulher de Ricardo, Joseneide Cunha, que teve o mandato cassado pela Câmara Municipal no último dia 16 de junho, suspeita de cometer rregularidades, entre elas a emissão de 30 cheques sem fundos.

“Eles prepararam esse golpe faz tempo. Desde a minha gestão. Que ela foi para aí, se amigar com Fábio, para me prejudicar. Como é ela é sem vergonha, desonesta e corrupta, como Fábio também é, deu certo os dois se unirem”, afirmou Ricardo Araújo, que em 2012 chegou a se candidatar novamente ao cargo de prefeito de Galinhos, mas renunciou, dando lugar a sua mulher.

Durante a gestão de Joseineide Cunha, Ricardo exerceu o cargo de secretário de Finanças. O ex-prefeito, que também já foi chefe do Executivo do município de Serra de São Bento, chegou a ser preso, em 2013, acusado de estelionato. Segundo a Polícia Civil, Ricardo teria vendido apartamentos a compradores diversos de forma irregular. Ele foi solto menos de cinco horas após a prisão.

No final da década de 1980, o nome de Ricardo Araújo também foi envolvido em um processo criminal. Ele foi investigado pela Polícia Federal por envolvimento no chamado “Escândalo da Cobal”, que apurou o desvio de alimentos fornecidos pelo Governo Federal a preços subsidiados em benefício de um grupo de cerealistas de Natal.

Mossoró Hoje 

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais em RN

Subir