Redes Sociais

RN 360º

Estados estão proibidos de realizar concursos por dois anos

Brasil

Estados estão proibidos de realizar concursos por dois anos

Os estados brasileiros estão proibidos de realizarem concursos púbicos por dois anos. A informação foi confirmada pelo jornal Correio Braziliense através do Blog do Vicente nesta segunda, 08. A medida é um acordo para renegociação de dívidas dos Estados. Além disso, os Estados estão proibidos de conceder reajustes a servidores estaduais também nos próximos dois anos.

O Projeto de Lei Complementar 257 também fixa um teto para o aumento de gastos dos estados.

“As despesas só poderão subir de acordo com a inflação do ano anterior. Essa limitação segue a Proposta de Emenda Constitucional (PEP) que o governo federal enviou ao Congresso e valerá para a União, quando aprovada”, disse o jornal.

Segundo a reportagem, o ministro do Planejamento, Henrique Meirelles, fez questão de afirmar que o governo não recuou nas condicionantes para garantir o alívio de R$ 50 bilhões nas dívidas dos estados. Mas, na semana passada, diante da gritaria de governadores e servidores, o Palácio do Planalto fez uma série de concessões que desfigurariam o projeto original e alimentaram as desconfianças dos investidores.

“Essa é uma questão fundamental porque evita que, daqui a alguns anos, venhamos a ter um novo processo de renegociação”, afirma Meirelles.

Meirelles informou também que até o fim do ano o governo enviará ao Congresso um projeto para mudanças na Lei de Responsabilidade Fiscal. O principal ponto a ser discutido será a melhora na contabilização dos gastos com pessoal. As alterações devem englobar todas as esferas do governo. “Quanto mais rápido tudo for aprovado, melhor para o país”, finalizou.

Mossoró Hoje 

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Mais em Brasil

Subir