Redes Sociais

REDE NEWS 360

Lampejos

Estreante

Assim como vem aquele frio na espinha do ator ao subir pela primeira vez no palco, ser titular de uma coluna tem nos trazido esses “sintomas” há vários dias.

Sim, tive a honra de ser convidado a eternizar semanalmente lampejos sobre Gestão, e ainda sobre o cotidiano empresarial de Mossoró e das várias outras cidades que constantemente visito no Oeste do nosso Estado. São 21 anos de carreira sendo construída de forma íntegra tanto na iniciativa privada como na pública.

Vivência prática conseguimos com a experiência em diversos segmentos como indústrias, comércio, distribuição, educação, saneamento, consultorias, treinamentos ministrados, palestras – além da incrível oportunidade que tive de poder estar professor em Universidades como UFERSA, UNP e ainda na Faculdade Mater Christi de Mossoró.

Um grande desafio, óbvio, mas que buscaremos enfrentar principalmente com o apoio de Deus, da minha família e de alguns grandes amigos que tem me incentivado muito.

Não buscaremos encerrar nenhum tipo de conhecimento, até pela nossa limitação, mas sempre buscaremos mais e mais combustível pra que as fagulhas aqui lançadas possam tornar-se clarão em cada localidade, em cada casa e em cada pessoa. Que o Senhor Deus possa sempre ser o timoneiro dessa nova tarefa.

Muito obrigado a equipe da Rede News 360! Buscaremos tornar em letras aquilo que muitos buscam aplicar em seu cotidiano e não conseguem achar o início do caminho.

Será um espaço onde dedicaremos às situações reais de serviços com baixo nível de atendimento sendo prestados nos mais diversos segmentos dos quais somos usuários, sempre sugerindo, claro. Restaurantes, lojas comerciais, hotéis, clínicas, consultórios, shoppings, concessionárias, postos de combustíveis, farmácias, etc. Todas farão parte do nosso foco de análise.

Buscaremos pormenorizar a situação, mas sem designação de nomes de pessoas ou instituições, pois com elas faremos benchmarking (análise dos métodos) às avessas. Os leitores amigos terão a oportunidade de refletir sobre situações, e tecnicamente a como NÃO FAZER em seus empreendimentos.

Não deixaremos também de citar boas práticas de Gestão implementadas pelas empresas da nossa região com o intuito de promover um nível de serviço acima da expectativa aos seus clientes.

Nesse caso, como não poderia deixar de ser, faremos questão de citar, além do milagre o Santo.

Boa leitura e conto com vocês!

REFLITA

Para ser grande, sê inteiro.
Nada teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.
Põe quanto és no mínimo que fazes
(Fernando Pessoa )

GOVERNO DO ESTADO EM MOSSORÓ

Nos últimos três dias úteis da semana que passou a cidade de Mossoró recebeu o Governador Robinson Faria e sua comitiva de Secretários. Junto com eles ações importantes que a partir de agora farão parte do rol de serviços oferecidos pelo Estado. Esperemos pelos resultados.

A CONSTRUÇÃO CIVIL

Um mercado que há pouquíssimos anos vivia seu melhor momento, tem sentido os reflexos que a crise econômica nacional tem proporcionado. Gerador de milhares de empregos, o segmento interfere diretamente e em percentual considerável no número de desempregados do país. Pra reorganizar a nação, impulsionar a Construção Civil é obrigação que deve está contida nos planos estratégicos do país.

A INDÚSTRIA DOS BOATOS

Quase todos os potiguares acompanharam as notícias das barbáries que ocorreram no presídio de alcaçuz no último final de semana. Nas redes socais as postagens vão desde pedidos de orações às famílias, até as comemorações por cada morte consumada. Infelizmente já era de se esperar.

Em tudo, também voltei a atenção pra o baixo nível de boatarias e ainda de como as informações falsas circulam rápido e de todos os lados. É necessário que os conceitos de muitos sejam revistos, rapidamente.

PRA QUE ESTUDAR?

Sempre que interajo com meus filhos adolescentes, ou mesmo com seus colegas tento afirmar pra eles a importância de ESTUDAR nesse nosso mundo cada vez mais competitivo. O meu discurso é sempre o mesmo, direto e claro: NASCER POBRE VOCÊ NUNCA ESCOLHEU. MORRER ASSIM, É ESCOLHA SUA.

DE QUEM É A CULPA?

Enfrentar o expediente normal de trabalho após termos que passar por situações estressantes é algo que muitos já puderam vivenciar e sentiram o quanto é difícil manter o equilíbrio durante o contato com colegas, clientes até com os chefes.

Pois bem…

Foi numa manhã normal de trabalho quando busquei um posto de combustível aqui mesmo em Mossoró com intuito de abastecer a viatura que uso durante a labuta diária.

– Bom dia!

Sem receber nenhuma recíproca. Foi assim que de imediato fui “recepcionado” pelo frentista da vez. De imediato percebi que o dia do funcionário seria difícil e não seria eu que iria complicar ainda mais.

Já realizando o pagamento, mantendo silêncio catacumbal desde à recepção, decidi fazer uma pergunta: Onde posso tomar café?

Sem pensar, mais uma vez o funcionário vomita toda carga de estresse que deveria ser tratado e não distribuído ao cliente que chegou ali apenas com a intenção de “comprar”, algo que a empresa faz muito esforço pra realizar, mas que um simples ato do seu empregado pode mudar tudo.

De quem foi a culpa? Seria a primeira variável que buscaria se achar em situações como essas, e nesses casos normalmente será atribuída ao funcionário que estaria em sérios riscos de entrar na fila dos 12 milhões de desempregados no país.

Após tomar o café, que desceu sem o mesmo sabor, tentei novo contato com o frentista que percebeu seu erro e logo resmungou o porquê daquele tratamento áspero.

– Desde a semana passada que trabalho por dois!

Ele não precisou falar mais nada, pois sua exclamação já dava pistas do que realmente ocorria naquela empresa. E eu nada tinha a ver.

Claro que não fui à procura do gerente pra denunciar os atos do seu colaborador, até porque percebi que falhas também ocorriam em alguns procedimentos e na forma como as pessoas eram “lideradas” naquela instituição, por isso que tenho por certo que em uma investigação gerencial minuciosa chegaríamos a mais “culpados” do que imaginamos.

Algumas instituições empresariais nascem e após erros gerenciais traçam diretrizes somente com intuito de gerar dinheiro e dividendos aos seus sócios, esquecendo-se principalmente do desenvolvimento e do cuidado daqueles que delas participam de forma direta: Seus funcionários.

Desenvolver e cuidar das pessoas, em específico, será um passo importantíssimo pra que se tenha o desenvolvimento e o cuidado que toda organização almeja, mas isso requer investimentos (nunca trate como despesas ou custos) e gastar com o desenvolvimento do empregado não é, normalmente e infelizmente, algo que está entre as prioridades da maioria dos chefes e de grande parte das empresas.

Desenvolva e cuide sempre dos seus funcionários, com certeza verá a naturalidade com que a excelência fará parte de todos os processos de sua instituição. Experimente!

PALAVRA SAGRADA

Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente, quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também é vaidade. (Eclesiastes: 5.10)

Comentários

comentário(s)

Mais em Lampejos

Subir