Redes Sociais

REDE NEWS 360

Irmãos Alves voltam ao poder em Caraúbas, pondo fim ao mito de invencibilidade do Grupo Ferreira

Destaque

Irmãos Alves voltam ao poder em Caraúbas, pondo fim ao mito de invencibilidade do Grupo Ferreira

Em Caraúbas, região Oeste do Rio Grande do Norte, os irmãos Alves estão de volta ao poder, depois de 8 anos. No último domingo, 1º de janeiro, tomou posse o prefeito eleito em 02 de outubro, Júnior Alves (PSD), que pôs fim ao mito da “invencibilidade” do até então temido Grupo Ferreira, lidero pelo empresário e articulador político Ferreira Junior.

A história de rivalidade entre os irmãos Alves e o Grupo Ferreira em Caraúbas é longa. Iniciou-se em meado da gestão do então prefeito Eugênio Alves, eleito em 2004, com o apoio de Ferreira Junior que, em não reconhecendo o direito de Eugênio disputar a reeleição, tomou por capricho derrotá-lo, e assim fez na eleição municipal seguinte (2008), quando lançou e elegeu o tio Ademar Ferreira, prefeito daquela cidade.

Ex-prefeito Eugênio Alves x Empresário e articulador político Ferreira júnior

A eleição de 2008 foi histórica e abriu graves precedentes na política caraubense. Sob forte suspeita de ter abusado de poder econômico, Ferreira Júnior derrotou Eugênio Alves, mesmo este tendo realizado uma das maiores gestões púbicas da história de Caraúbas. Fatos que, mais tarde, vieram à tona, como escândalos de corrupção e desvios de dinheiro público, fortaleceram a tese de que a Prefeitura de Caraúbas teria se tornado um “negócio particular” de empresários e agiotas.

Ex-prefeito Ademar Ferreira

Enquanto seguia o acirramento entre os irmão Alves e o Grupo Ferreira, na segunda metade de sua gestão, o prefeito Ademar Ferreira chegou a perder o mandato por infidelidade partidária. Naquele momento, ainda não era a hora do Grupo Ferreira perder de fato o poder. Em 2012, enquanto os irmãos Alves apostaram no padre Paulo Brasil, mesmo diante de forte desgaste do seu grupo, Ferreira Júnior apostou novamente no tio, Ademar Ferreira, que logrou êxito e voltou à Prefeitura de Caraúbas, para um segundo mandato, diga-se de passagem, ainda mais desastroso.

Na última eleição municipal, diante de um acordão que reuniu grande parte das lideranças políticas caraubenses, Ferreira Júnior apostou mais uma vez na força do poder econômico, lançando a empresária Carol Fernandes, para tentar a sucessão de Ademar Ferreira. Para uma disputa que veio a ser acirradíssima, o ex-prefeito Eugênio lançou seu irmão Júnior Alves, na chapa que teve como vice o então candidato a prefeito padre Paulo Brasil. Uma chapa que caiu no gosto dos caraubenses e, mesmo sem dispor de poder econômico comparável ao do Grupo Ferreira, logrou êxito, deixando muitos atônitos.

Atual prefeito de Caraúbas, Júnior Alves (PSD)

A volta dos irmãos Alves ao poder em Caraúbas, não só interrompe o ciclo de um grupo político que se achava invencível, mas, também, reascende a esperança do povo caraubense de que aquela cidade venha se reencontrar com o equilíbrio econômico, administrativo, podendo assim avançar rumo ao progresso.

Erinaldo Silva
– da Redação

Comentários

comentário(s)

Sistema Rede News 360 de Comunicação – Mossoró/RN

1 Comentário

1 Comentário

  1. Arthur

    Janeiro 3, 2017 at 10:22 pm

    Agora Caraúbas vai pro buraco e saia rodada pro Faustão

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Destaque

Subir