Redes Sociais

REDE NEWS 360

A luta agora é pela autonomia financeira na UERN

Circulando em OFF

A luta agora é pela autonomia financeira na UERN

Mais de 30 anos depois da estadualização, numa luta árdua que começou a ter voz através dos professores da instituição à época (muitos ainda estão por lá), a luta pela autonomia financeira da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) tem sido um discurso permanente que tem sua cadeira cativa em todas as campanhas eleitorais ocorridas ao longo desses anos.

Apesar de não ser algo utópico, já que todos os reitores e ex-reitores sabem exatamente os caminhos que têm que percorrer para chegar a esse tento, a autonomia financeira da UERN sempre foi necessária, exatamente como forma de assegurar seu maior crescimento.

Lógico que depende de uma ampla e convincente negociação com o governo estadual. Mas é importante que, independentemente das ligações políticas que possam existir nesse contexto, que se foque esse detalhe.

O professor Pedro Fernandes, reeleito por méritos e por ter desenvolvido uma campanha propositiva, chegou mais uma vez ao pódio muito mais respaldado, uma vez que o voto paritário entre docentes, técnicos administrativos e estudantes, só o ajudou a poder empenhar essa bandeira e assim dar continuidade a projetos que não teve como executar na atual gestão, principalmente por não contar com a autonomia financeira.

Eis agora, mais esse desafio, por sinal, compromisso reassumido em campanha. Que vá a luta então.

MUDANÇA DE FOCO

O escândalo da carne começa a ofuscar o noticiário sobre a Lava Jato e suas delações. Era tudo que muita gente desejava.

PREJUÍZOS

No bojo, outros desvios como a reforma maligna da previdência e outras mazelas. Bom que o brasileiro esteja atento a isso e siga mexendo pela força das redes sociais. Sem apertar o parlamento, nada feito. Anote aí.

DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS

O blogueiro Carlos Eduardo Cairo Guimarães está sendo apertado pelo juiz Sérgio Moro, por ter dado informação sigiloso em relação à Operação Lava Jato. A acusação: Ele teria quebrado sigilo de investigação criminal no âmbito, ocorrida antes mesmo de buscas e apreensões. O juiz resolveu apurar a conduta de agente público e das pessoas que supostamente teriam divulgado informações sigilosas e que poderiam ter colocado investigações em risco e assim determinou a condução coercitiva do bloqueio para prestar declarações e, na verdade, dizer quem lhe passou as informações divulgadas no blog da Cidadania. Usou dois pesos e duas medidas.

FONTE

Está lá na Constituição que o jornalista não é obrigado a revelar suas fontes. Quer dizer que quando arautos do juiz Sérgio Moro vazam informações que lhes vão render publicidade pode? E ninguém é investigado por isso. Balela. Nossa solidariedade ao Carlos Eduardo Guimarães.

SEDE PRÓPRIA

A prefeita Rosalba assegurou a doação de um terreno para construção da sede própria da Câmara Municipal de Mossoró. Foi durante a solenidade de homenagens as mulheres no legislativo nesta quinta-feira. Boa notícia.

PARA REFLETIR

“Se queres prever o futuro, estuda o passado”, já dizia Confúcio.

ENQUANTO ISSO, NA RIO BRANCO

A programação do Viva a Rio Branco foi intensificada. Além das atividades aos domingos, os frequentadores do Corredor Cultural poderão participar de aulas e treinos no decorrer da semana. Nas segundas e quartas a programação conta com treino funcional no Memorial da Resistência. As atividades iniciam às 18h30 e seguem até às 19h30.

EM TEMPO

Nas terças e quintas acontecem as aulas de Zumba e Ritmos na Praça dos Patins, das 18h às 19h. Logo depois acontece mais um treino funcional, de 19h às 20h na Praça de Eventos. No domingo, dia em que todo o trecho que compreende da Praça de Esportes ao Teatro Municipal é interditado para realização de atividades esportivas e de lazer, será realizado mais uma vez aula de Zumba e Ritmos, das 18h às 19h. A dança foi retomada a partir da iniciativa da nova administração, coordenada pela Diretoria de Esporte e Lazer, da Secretaria de Educação. Com informações da assessoria de comunicação.

A QUEM INTERESSAR POSSA

“Se o novo soubesse e o velho pudesse, não havia nada que não se fizesse”.

PESCA DA LAGOSTA

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte vai promover audiência pública que traz como temática a legislação que limita a pesca da lagosta. A audiência será promovida pela Comissão de Prevenção de Demandas da JFRN, que garante um papel mediador do Judiciário Federal, possibilitando maior celeridade nas demandas. Será na segunda-feira, dia 27, a partir das 9h, no auditório da JFRN. Esse evento tem um papel inédito no país: é a primeira audiência pública promovida por uma Comissão de Prevenção de Demandas, e terá participação de professores especialistas de universidades, de representantes de órgãos ambientais e da Federação da Pesca.

RELAX – “Quem tem de noite a companheira/Sabe que a paz é passageira/Prá defendê-la se levanta/E grita: Eu vou!…” MARCOS VALLE

Comentários

comentário(s)

Jornalista há 30 anos, tendo atuado nos jornais A República, Diário de Natal/O POTI, O Mossoroense, Revista Spaço, Revista De Fato Nordeste e fundador dos jornais Oeste Independente, Jornal de Mossoró, Jornal Metropolitano, em parceria com Roberto Costa Lima, jornal Página Certa, entre outras publicações; Foi Diretor de Redação do Jornal Gazeta do Oeste por mais de uma década. Escreveu os livros “Adffurn e seu tempo – vitórias e conquistas”, em parceria com o professor Lúcio Ney, e “Contos do Cotidiano”. No rádio, colaborou com as rádios Libertadora e Difusora. Atualmente é Diretor de Redação do Jornal News 360 e Apresentador do programa Jornal da Câmara, na TV Câmara/Mossoró.

Mais em Circulando em OFF

Subir