Redes Sociais

REDE NEWS 360

Agiotagem e usura à luz da Bíblia

Semeando Vidas

Agiotagem e usura à luz da Bíblia

1)DICIONÁRIO BíBLICO:

JEOVÁ-SABAOTH – Uma expressão hebraica que significa: “O SENHOR DOS EXÉRCITOS.

Portanto, diz o SENHOR Deus dos Exércitos, o Forte de Israel: Ah! Consolar-me-ei acerca dos meus adversários, e vingar-me-ei dos meus inimigos. (Isaías 1:24 )

2) INTRODUÇÃO:

Agiotagem e usura à luz da Bíblia

O que a Bíblia Sagrada nos diz sobre cobrança de juros e usura, a popular agiotagem?  É aceitável que alguém seja cristão e seja também agiota? A seguir comentaremos alguns versículos que nos respondem estas perguntas.

O escritor sagrado, divinamente inspirado, faz uma pergunta retórica: “SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte?” (Salmos 15:1) A partir desta pergunta, começa ele a, pelo Espírito, listar aqueles que são os verdadeiros cidadãos do Céu. E adivinhe só quem fica de fora?!

Uma das qualidades necessárias para estar para sempre com o Senhor é não oprimir o seu próximo: “Aquele que não dá o seu dinheiro com usura, nem recebe peitas contra o inocente. Quem faz isto nunca será abalado.” (Salmos 15:5) Veja que o nosso conhecido agiota é comparado com aquele que recebe dinheiro para fazer mal a um inocente, está, portanto, no mesmo nível de um matador de aluguel.
Será isso o sonho de Deus para os seus servos?
Será isso o que o Senhor Jesus deseja para aqueles que ele comprou com seu precioso sangue vertido no calvário?
Uma de nossas principais perguntas está sem dúvida respondida.

A desobediência a lei civil

Instruir a cerca da questão da usura foi uma preocupação de Deus desde os primórdios de seu povo. Este assunto estava muito bem esclarecido na lei civil que o Senhor transmitiu ao povo de Israel: “A teu irmão não emprestarás com juros, nem dinheiro, nem comida, nem qualquer coisa que se empreste com juros. Ao estranho emprestarás com juros, porém a teu irmão não emprestarás com juros; para que o SENHOR teu Deus te abençoe em tudo que puseres a tua mão, na terra a qual vais a possuir.”  (Deuteronômio 23:19-20)

Diante deste exposto, aparentemente, surge uma brecha para que o cristão agiote para os não-crentes. Para utilizar-se, no entanto, desta brecha, estando-se no Brasil, o cristão inclinado para a agiotagem enfrentará outro problema, a saber, a lei civil do nosso país.

Entre as muitas leis que legislam sobre este tema podemos citar:

  • a lei n.º 7.492/86 dos crimes contra o sistema financeiro que impõe pena de até 4 anos de reclusão para quem exige juros e comissões sobre operação de crédito, em desacordo com a legislação.
  • o Decreto 22.626/33 que classifica usura se cobrar juros pelo empréstimo em dinheiro e/ou venda de uma mercadoria e/ou serviço, com juros superiores a 1% ao mês ou 12% ao ano sobre o seu preço a vista. Fonte(s): ADCON – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, da Vida e dos Direitos Civis.

Mas nós somos obrigados a obedecer estas leis? Veja o que a Palavra de Deus diz em relação a elas: “Sujeitai-vos, pois, a toda a ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; Quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores, e para louvor dos que fazem o bem.” (I Pedro 2:13-14)
Se desobedecemos as leis, desobedecemos também a Deus.

A usura classificada entre os pecados que, no passado, levaram o povo de Deus a ruína

Quando os profetas de Deus se levantavam para condenar o pecado do povo, geralmente, a usura estava presente. Confira:

Isaías: “EIS que o SENHOR esvazia a terra, e a desola, e transtorna a sua superfície, e dispersa os seus moradores. E o que suceder ao povo, assim sucederá ao sacerdote; ao servo, como ao seu senhor; à serva, como à sua senhora; ao comprador, como ao vendedor; ao que empresta, como ao que toma emprestado; ao que dá usura, como ao que paga usura.” (Isaías 24:1-2)

Jeremias : “Ai de mim, minha mãe, por que me deste à luz homem de rixa e homem de contendas para toda a terra? Nunca lhes emprestei com usura, nem eles me emprestaram com usura, todavia cada um deles me amaldiçoa.” (Jeremias 15:10)

Ezequiel: “Presentes receberam no meio de ti para derramarem sangue; usura e juros ilícitos tomaste, e usaste de avareza com o teu próximo, oprimindo-o; mas de mim te esqueceste, diz o Senhor DEUS.” (Ezequiel 22:12)

Note que o pecado da usura, juntamente com outras praticas que desagradam a Deus, trouxeram em várias ocasiões o castigo divino sobre o povo da Antiga Aliança. O verdadeiro servo do Senhor, aquele que tem visão espiritual, jamais se colocará debaixo de tal maldição. A opressão do próximo, praticada na cobrança de usura, inicialmente parece ser fonte de lucro, mas na verdade é um irreparável prejuízo para a Vida Eterna.

A agiotagem não cabe ao justo, pois ele conduz sua vida com justiça

O Espírito Santo diz através do salmista que o homem bom não consegue usar da necessidade do próximo para oprimi-lo, pois a justiça é uma qualidade nata de sua índole.  Confira o que diz o Salmo 112 verso 5: “O homem bom se compadece, e empresta; conduz os seus negócios com justiça;”. Quando o justo tem condições, ele empresta para socorrer o seu irmão, e não para auferir lucros ou enriquecer a custa da miséria alheia.

A usura foi um pecado que esteve presente também entre os que regressaram do exílio de Babilônia, e exigiu forte combate dos reconstrutores da nação: “E considerei comigo mesmo no meu coração; depois pelejei com os nobres e com os magistrados, e disse-lhes: Sois usurários cada um para com seu irmão. E convoquei contra eles uma grande assembleia.” (Neemias 5:7) Neemias, como um instrumento de Deus para reavivar a nação rebelde, não transigiu com este erro, antes, combateu contra ele com autoridade do Senhor.

Hoje Deus conclama aos fiéis, para que ergam a bandeira da justiça e condenem a avareza dos que se nomeiam cristãos, mas na verdade tem se curvado diante de mamom.  Que estes aprendam que a verdadeira fonte de lucro é a misericórdia e não a avareza, e que só os que rejeitam estas coisas é que tem as suas orações levadas até o trono do Senhor. “O que aumenta os seus bens com usura e ganância ajunta-os para o que se compadece do pobre. O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável.” (Provérbios 28:8-9)

Mas o Senhor conhece os que são seus.

Texto Extraído de www.sidonemeditandonapalavra.blogspot.com.br

3) INFORMES CRISTÃOS:

* O goleiro Cássio, do Corinthians, foi batizado nas águas, consolidando assim sua decisão de se converter ao Evangelho. O atleta vem vivendo uma nova fase dentro de campo, com boas atuações, a conquista do título do Campeonato Paulista e a liderança isolada no Campeonato Brasileiro. Esse sucesso, segundo o jogador, é resultado de sua mudança de vida, que inclui ter decidido seguir a Jesus Cristo.Cássio passou a frequentar a igreja Voz da Verdade, em Alphaville, próximo de sua casa, a convite do colega de clube, o zagueiro Vilson, e a experiência contribuiu para que largasse as bebidas alcoolicas, além de uma série de mudanças pessoais, de acordo com declarações do goleiro ao portal GloboEsporte.

* O bispo Edir Macedo voltou a manifestar simpatia com a agenda LGBT e declarou não se opor aos homossexuais e suas bandeiras, como o casamento gay. Essa postura passou a ser adotada há quase dois anos, depois de décadas expulsando espíritos malignos de pessoas que sentiam atração por outras do mesmo sexo e procuravam a Igreja Universal do Reino de Deus.De acordo com informações do TV Foco, no programa Palavra Amiga da última quarta-feira, 12 de julho, Macedo voltou a falar que Jesus não se posicionou sobre a homossexualidade durante seu ministério, ignorando a passagem de Marcos 7:21, em que Jesus diz que “do interior do coração dos homens vêm os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios”.

* Sucesso absoluto à gravação do DVD do cantor evangélico Xavier Araújo, no último dia 15 de julho, entrada era apenas um kg de alimento não perecível, que foi doado à uma instituição de caridade. Contato para agenda do cantor Xavier Araújo são:  99901-4483 e 98808-7205.

* Eleições 2018. Surge à pré-candidatura de um senador do seguimento evangélico, trata-se do membro da Assembléia de Deus Bom Refúgio, empresário Ricardo Mendonça;o mesmo filiou-se no partido PROS, que já possui o deputado estadual evangélico e pré-candidato à reeleição , oftalmologista Albert Dickson, e também à vereadora evangélica de Natal e pré-candidata à deputada federal , oftalmologista Karla Dickson.

* Quem ama missões não pode deixar de conhecer e acompanhar o site: www.portasabertas.org.br

4)LEITURA BÍBLICA

Assim diz o SENHOR : Reprime a tua voz de choro e as lágrimas de teus olhos : porque há galardão para seu trabalho diz o SENHOR.
Jeremias 31:16

5)PALAVRA DE PASTOR: Pr. Antônio Marcos  (Igreja Unificados na Fé em Mossoról-RN)

O meu redentor vive .Por isso creio no a manhã. Confiança e fé nele. Parte superior do formulário

Não peça para o mundo melhorar, porque não vai, peça para Jesus Te preparar para sua vinda.

6) NO ALVO DA VERDADE:

                                                O ESPIRÍTISMO

 Origem

A palavra espiritismo tem sua origem no vocábulo francês espiritismo. É uma doutrina filosófica,

religiosa baseada no crença da comunicação entre os vivos e os mortos (Pequeno Dicionário da Língua Portuguesa. Celso Pedro Luft).

O espiritismo, enquanto tentativa de contato com os mortos, fazia parte da cultura de vários povos da antiguidade como os egípcios, caldeus. assírios, hindus, chineses, gregos, romanos, e dos primeiros habitantes da palestina.

O início oficial do espiritismo moderno, deuse em um lugarejo de Nova Iorque nos Estados Unidos, chamado Hydesville, no ano de 1848, num curioso episódio ocorrido na residência dos Fox. Cujas doutrinas foram codificadas nove anos depois por Allan Kardec.

Divisões do espiritismo

  1. Espiritismo Comum
    Quiromancia, cartomancia, grafologia, hidromancia, astrologia.
  2. Baixo Espiritismo
    Também conhecido coma espiritismo pagão, identificado pelas seguseguintes práticas: vudu, candomblé, umbanda, quimbanda, macumba.
  3. Espiritismo Científico
    Também conhecido como “alto espiritismo”, “espiritismo ortodoxo”, “espiritismo profissional”, ou “espiritualismo”. Essa classe de espiritismo vem mascarada pelos seguintes títulos: ecletismo, esoterismo e teosofismo.
  4. Espiritismo Kardecista
    Como o próprio nome sugere, essa classe do espiritismo tem sua doutrina baseada nos ensinamentos de Allan Kardec.

Confrontos Doutrinários

  1. Nega a inspiração divina da Bíblia (II Tm 3.16,17);
  2. Nega a doutrina da trindade (II Pd 1.17; Jo 1.1; At 5.3,4);
  3. Nega a deidade de Cristo (Mc 2.112; Jo 9.36.37; Jo 20.28):
  4. Nega a ressurreição corporal de Jesus (At 1.3;I Co 15.38);
  5. Nega nossa redenção por Cristo (1 Tm 1.15);
  6. Nega a existência do céu como lugar de felicidade (Rm 14.17):
  7. Nega a existência do inferno como lugar de tormento eterno (Mt 5.2229);
  8. Nega a existência do diabo e dos demônios (Lc 10.17,18);
  9. Nega a ressurreição do corpo (1 Co 15.149);
  10. Nega os milagres de Jesus.

Toda estrutura do espiritismo tem sua sustentação em duas colunas. sem as quais o mesmo ruiria. Que são: a reencarnação e a invocação dos mortos.

  1. REENCARNAÇÃO: crença de que quando uma pessoa morre, seu espírito voltará a ocupar outro corpo. Refutação: “Aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo. (Hb 9.27)
  2. INVOCAÇÃO DOS MORTOS: acerca deste ponto iremos ler 1 Samuel 28.
    Refutação:“Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te der. Não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações, entre ti se não achará quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador. nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador de encantamentos, nem quem consulte um espírito adivinhante, nem mágico, nem quem consulte os mortos: pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus a lança fora diante dele. Perfeito serás. Como o Senhor teu Deus. Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores: porém a ti o Senhor teu Deus não permitiu tal cousa”, (Dt l8.914).

Vejamos agora, de maneiro sintetizada, o posicionamento do Espiritismo acerca dos seguintes assuntos:

  • DEUS: É um ser impessoal em forma de inteligência e ao mesmo tempo um poder supremo.
  • JESUS: Ele foi o maior médium, um espírito evoluído e iluminado, O ser mais perfeito que jamais esteve na terra, e que não é Deus. Afirmam que não há igualdade absoluta entre Deus e Jesus.
  • ESPÍRITO SANTO: Afirmam que o “Consolador” a quem Jesus se referiu, seriam os espíritos de luz. Assim o espiritismo é o que Jesus disse do consolador prometido.
  • A BÍBLIA: Não tem a Bíblia como base de sua crença: A Bíblia está repleta de erros. Utilizam o “Evangelho Segundo o Espiritismo” e o “Livro dos Espíritos”.
  • A SALVAÇÃO: Crêem na salvação através das boas obras, e na reencarnação como condição de evolução espiritual conseguida pelo próprio homem.

Cultos espíritas

Umbanda

É um misto de espiritismo kardercista, catolicismo, budismo e mediunismo. Não tem um corpo doutrinário definido e está se estabelecendo rapidamente no Brasil.

Os terreiros de umbanda aparecem da noite para o dia. Principalmente nas periferias das cidades, porém recebe a visita de pessoas de todas as camadas sociais, que buscam através da prática da feitiçaria soluções para todos os tipos de problemas.

A palavra umbanda, que quer dizer “dolado de Deus” ou “dolado do bem”, é uma religião de magia e feitiçaria, politeísta, fetichista e mitológica, muito semelhante ao candomblé.

Na umbanda. o orixá é odorado e servido, e motivo de orgulho para o médium (cavalo), O exu é evitado, e quando numa seção se incorpora. é logo afastado.

Quimbanda

Umbanda e quimbanda são semelhantes. É muito comum a realização de sessões de quimbanda nos terreiros de umbanda. Embora sejam semelhantes não são iguais; embora usem frequentemente os mesmos pontos e invoquem as mesmas entidades, existe uma teórica rivalidade entre as duas. Veja algumas diferenças:

  • A umbanda dedicase à prática do “bem”, embora algumas vezes seja usada para o mal. É também definida como “magia branca”.
  • A quimbanda dedicase a fazer o mal, atendendo solicitações de seus adeptos e admiradores, também definida como “magia negra”,
  • Uma das práticas mais comuns da umbanda, é “desfazer” o trabalho ruim, normalmente feito pelos adeptos da quimbanda.
  • Na quimbanda. uma das práticas mais comuns é reforçar ou fazer um trabalho maior do que foi feito na umbanda, no intuito de agradar mais aos exus para obter seus favores, para o bem ou para o mal.
  • Na umbanda, predominam nas oferendas as flores, velas, perfures e enfeites
  • Na quimbanda. a predominância está no sangue e nos sacrifícios dos animais.
  • Frase comum na umbanda: “Deus é pai de todos…”
  • Frase comum na quimbanda: “Deus é bom, mas o diabo não é mal”.

Obs.: Exu é uma entidade diabólica na mitologia africana.

Enquanto nos Evangelhos os demônios são combatidos, no espiritismo eles são servidos, agradados e até mesmo adorados, como no caso da quimbanda.

Candomblé

É um culto fetichista semelhante o quimbanda, mas com suas peculiaridades. É o mesmo espírito que opera nesses cultos: satanás e seus demônios.

O que se sabe no candomblé, suas doutrinas, seus rituais e sua prática, são declarações de pessoas que saíram desse abismo espiritual e entregaram suas vidas ao Rei dos reis e Senhor dos senhores: Jesus Cristo.

Algumas característicos do candomblé:

  • Seu segredo baseiase nas folhas e ervas que usam nos trabalhos. Umas destinamse a fazer o mal, outras o bem.
  • Candomblista tem os orixás como deuses ou espíritos bons, suplicados para o cliente conseguir favores.
  • Mistura de ervas com pós, terra de lugares santos, pedras e coisas desse tipo são feitas para obtenção de várias finalidades, tais como: pó do amor, bebida para fechar o corpo, pó da sedução, banhos para afastarem mau olhado etc.
  • A prática de “fazer a cabeça” é uma maneira de se vender a alma ao orixá. É uma chantagem diabólica que obriga a pessoa o renunciar enquanto vive sua própria salvação. Daí os adeptos do candomblé julgarem que nunca mais o poderão deixar. Para estes, é boa a palavra de Jesus: “Se pois o filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (Jo 8.36)

Macumba

É chamado candomblé (Bahia); tambordemina, tambor crioulo (Moranhão); xangô (Pernambuco, Alagoas); babaçuê (Pará); curimba etc.

De modo geral, podese considerar como macumba, o culto fetichista, de origem africano e de prática popular, sem normas, doutrinas, formas e proibições.

A prática desse culto foi introduzida no Brasil pelos escravos africanos, que aos poucos foram angariando adeptos, principalmente dentre os pobres e favelados.

Curiosidade

Muitos dos orixás desses cultos que foram citados, tem no catolicismo romano um santo correspondente. Por exemplo: lemanjá — Nosa Senhora: lansã — Santa Bárbara; Oxolá — Jesus Cristo; Ogum — São Jorge; Oxossi — São Sebastião; Omulu — São Lázaro.

Advertências Bíblicas

  • Não conservar material dessas religiões (Dt 13.17)
  • Não mutilar o corpo (Dt 18.9 12)
  • Não praticar feitiçaria (Dt 18.912)
  • Não servir a mais ninguém, além de Deus (Js 24.20).
  • Não queimar incenso (2 Rs 22.17).
  • Não entrarão no céu os feiticeiros e os idólatras (Ap 22.15)

Será que a partir do momento em que aceitamos a Jesus e somos salvos por ELE (Rm. 10:9) não precisamos fazer mais nada? Podemos continuar levando a vida do mesmo jeito que vivíamos antes de aceitar a fé? (Ef. 5:1 – 6; Mt. 5:13 –16). Corremos o risco de perder a salvação depois de aceitarmos a Jesus, assim como o direito de entrar na glória e viver a vida eterna? Será que além de aceitar Jesus precisamos fazer algo mais para sermos verdadeiramente salvos? (I Tm 2: 5,6). A morte de Cristo na cruz e o seu sangue derramado pelo pecador são suficientes para salvar o crente? São perguntas que precisam ser respondidas, muitos ministérios, pastores e líderes têm visão distorcida sobre este assunto. A resposta para estas perguntas só a Bíblia na sua interpretação literal tem. Só ela pode trazer a verdadeira resposta para este assunto tão polêmico (II Pd. 1: 20,21).

ORAÇÃO: Se eu viver uma vida de oração, sendo eu um homem de oração, se orar muitas horas por dia eu tenho garantido o a minha salvação? (I Ts. 5: 17; Lc. 18:1; Sl 55: 17).

JEJUM: E se eu for um homem de jejum, viver jejuando, se eu jejuar muitos dias não comendo e não bebendo nada, eu tenho garantido a minha salvação? (Mc. 2: 18-20; Mt. 17:14-21).

LEITURA DA PALAVRA: Se eu viver uma vida de leitura da Palavra e adquirir o maior conhecimento da Bíblia eu estou salvo? (Josué 1: 7,8).

VIDA NA IGREJA: Se eu viver na igreja e participar de todos os cultos, aulas dominicais, círculo de oração, eu tenho garantido a minha salvação? (Sl. 122:1; Hb. 10: 25).

DÍZIMOS E OFERTAS: Dízimos e ofertas salvam? Será que eu sendo fiel nos dízimos e ofertas garantem a minha salvação? (Ml. 3:6-11; Mt. 23:23; Lc. 11:42; Lc. 18:9-14; Hb. 7:2-9).

EVANGELISMO: Se evangelizo todos os dias, entregando folhetos, pregando de porta em porta, falando de Jesus para todos, será que estou salvo? (Mc. 16: 15; II Tm. 4:2).

SÓ JESUS CRISTO SALVA: (Jo. 3: 16,17; Atos 4:12; Atos 16:31; Fp. 2:8-11; Lc 2: 25- 38)

Quando Jesus me salvou e salvou você, eu e você não orávamos, não jejuávamos, não fazíamos leitura da Palavra e nem íamos à igreja, muito menos evangelizávamos nem éramos dizimistas e ofertantes. E mesmo assim o Senhor nos amou e nos deu o Seu Filho para a nossa salvação (Dt. 32:8-10; Lc. 23: 39-43; Os 13:4-5). A salvação é pela Graça; graça é a dádiva não merecida; é um ato de doar (Jo. 3: 16) sem exigir nada em troca, ou seja, o homem não fez nada e não faz e não pode fazer nada para merecer a salvação (Rm. 3: 21-26). A graça não é o que eu faço para merecer, mas sim aquilo que Deus fez por mim, sem eu merecer (Rm. 5: 15,16; Rm. 3:21–24 e 5:1–10; Ef. 2:8). É possível alguém perder a salvação estando na igreja, participando dos cultos, aulas dominicais, circulo de oração, orando, jejuando, lendo a Bíblia, dizimando, ofertando e evangelizando? Sim é possível (I Pd 5:8); pois na caminhada o crente pode se desviar e perder a salvação (Pv 14:12; Jo. 14: 6; Is 30:21).

HÁ TRÊS FORMAS DE ALGUÉM PERDER A SALVAÇÃO:

1º-Justificação pelas obras.
2º-Voltar ao pecado.
3º-Abandonar a Deus.

1º – JUSTIFICAÇÂO PELAS OBRAS: Ef 2:8; Rm. 3: 9,10 e 4:1-4

Se o crente achar que porque ele ora está salvo, então ele não precisa de Cristo para justificar a salvação. Se o crente achar que porque ele jejua está salvo, então ele não precisa de Cristo para justificar a sua salvação. Se o crente achar que só porque ele lê a Bíblia ele está salvo, então não precisa de Cristo para justificar a sua salvação. Se o crente acredita que por viver dentro da igreja ele está salvo, então ele não precisa de Cristo para justificar a sua salvação. Se o crente acredita que por evangelizar ele está salvo, então ele não precisa de Cristo para justificar a sua salvação. E se o crente acredita que por ele ser dizimista e ofertante ele é salvo, então ele não precisa de Cristo para justificar a sua salvação.

Alguém neste momento pode perguntar: oração, jejum, leitura da palavra, evangelismo, vida na igreja, contribuição financeira, dízimo e oferta, não ajudam na salvação? Não, a salvação não precisa da ajuda. Nenhum nome, nada contribui com a salvação, somente a fé em Cristo Jesus produz salvação (Hb. 11:6; Hb 10: 35-39; Rm. 5:1). Ninguém nem nome de pessoas ou obras nos levam à presença de Deus, somente a fé em Cristo Jesus pode nos levar à presença de Deus e nos salvar (Hb. 10: 19-23; Jo 14: 6; Jo. 10:9; I Tm. 2:5, 6).

EU NÃO PRECISO FAZER NADA PARA SER SALVO, JESUS JÁ FEZ POR MIM. O QUE EU PRECISO FAZER PARA ME MANTER SALVO?

1º – Ouvir o Espírito Santo: Jo. 14: 26 e 15:7-14.
2º – Viver em Espírito: Rm. 8:1.
3º – Viver em santificação: Hb. 12: 14

A oração, o jejum, a leitura da Palavra, o evangelismo, a vida na igreja é necessária, pois sem estas obras eu posso morrer enfraquecer e me desviar (Tg. 2: 14-17), elas contribuem para que eu tenha uma vida espiritual saudável. Mas acreditar que estas obras podem me salvar eu estarei negando a Cristo e rejeitando o sacrifício, a obra redentora de Cristo na cruz do calvário. Isto é pecado, é heresia, pois só Jesus Cristo salva (Gl. 5:1-6 e 3:1-11; Jo. 8: 36). Se eu acreditar que só porque eu entrego meu dízimo e minhas ofertas eu estou salvo?Eu sou um miserável, pois a salvação não se compra (Is 52:3).

Pensando deste jeito estaremos agindo como a igreja Católica no começo, na Idade Média, quando se podia comprar a salvação através dos dízimos e ofertas: indulgência. Quem pensa desta maneira e acredita na salvação pelas obras está morto dentro da igreja (Ap. 3:1-3 e 14-18). Será que para estes que estão dentro das igrejas e acreditam que precisam das obras para ser salvos, o sangue de Cristo não é suficiente? Será que morte vicária na cruz não foi suficiente?(Rm. 3: 23-25; CL. 2:4-15; I Co. 1:18; Hb. 13:8-12; Hb. 10:19; I Co. 11:23-25). Será que estes que acreditam na salvação pelas obras não possuem o espírito dos fariseus que acreditavam na salvação pelas obras? (I Jo. 4: 6). Será que eles não possuem o espírito dos fariseus que acreditavam na salvação pela Lei? (Gl. 3:1-13; Rm. 10:4; Gl. 2: 16). Os que querem viver da Lei devem tomar muito cuidado (Tg. 2:10; Rm 2: 17- 24; Mt 18: 7).

2º – VOLTAR AO PECADO: Rm. 6:1-6; Tg. 1: 13-14; Ez 18:4

Depois de salvo, depois que o Espírito Santo entrar na minha vida, me limpar, me lavar e tirar de mim todas as sujeiras, espíritos malignos e demônios que o mundo colocou dentro de mim, depois de tudo isso eu voltar ao pecado, voltar para o mundo, com certeza perderei a salvação (Lc. 11: 21-26; Hb 10: 26- 29; II Pd. 2:20-22). Se um crente for liberto do adultério e voltar a adulterar, certamente vai perder a salvação (Mt. 5:27-30).Liberto do crime, da violência, da prostituição, da mentira, voltar a praticar estas obras seguramente vai perder a salvação (Cl. 3:1-17; Ef. 5:1-12; Ef. 4:17-32). Quantos vocês conhecem que se desviaram e não mais voltaram, e até morreram desviados? Veja nossos estudos: Do mundo p/ o submundo, do submundo p/ a Prisão. Presídio: Um lugar onde Deus se faz presente. Acesse: Estudos Bíblicos; tema: Proféticos.

3º – ABANDONAR A DEUS SERVINDO À IDOLATRIA E A DEMÔNIOS: João 8: 31 e 32

Depois de liberto das seitas e heresias da idolatria, dos demônios, depois de conhecer a verdade voltar a praticar tudo de novo é voltar à mentira (Jo. 8: 44; I Co 10: 14- 21; II Co 6: 11- 17); e vai perder a salvação (Hb. 6:4-8; I Tm. 4:1-5).

A SALVAÇÃO

O que é preciso para ser salvo? Primeiro crer no Senhor Jesus Cristo (Atos 16: 29-31). Segundo aceitá-lo como seu único salvador (Rm. 10:1-13). O que preciso fazer para permanecer salvo? Ouvir a voz do Espírito Santo (Atos 15: 23-31; Jo. 14: 26). Viver em espírito (Rm. 8:1-11; Gl. 5: 16,17). Viver em santificação e afastar-se de tudo que está no mundo que desagrada a Deus (Hb. 12:14-16; ITs. 5:23; Tg. 4:4,5).

7) NOME BÍBLICO: SIGNIFICADO

  • Abner:Hebraico:Pai Da Luz, Da Sabedoria.
  • Carmelo: Hebraico :Jardim De Deus.
  • Cefas:

“”Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias.” Martinho Lutero”.

Comentários

comentário(s)

Mais em Semeando Vidas

Subir