Redes Sociais

REDE NEWS 360

Cobrador mossoroense é encontrado esquartejado na zona rural de Ibaretama, no Ceará

Barbaridade

Cobrador mossoroense é encontrado esquartejado na zona rural de Ibaretama, no Ceará

O cobrador mossoroense Gulamar Targino de Oliveira, de 46 anos, foi encontrado morto nesta quarta (09), na zona rural do município de Ibaretama, próximo a cidade de Quixadá, no Ceará. Gulamar estava desaparecido desde o dia 5 de agosto, quando fez o último contato com a esposa. Ele, que trabalhava como cobrador de crediário, estava no Ceará a trabalho, conforme relatou à família ao Mossoró Hoje.

A Polícia Civil de Quixadá informou ao Mossoró Hoje, que o corpo foi encontrado por populares, que logo acionaram a polícia. Gulamar foi morto a pauladas e depois esquartejado, segundo relatou à polícia.

Segundo a Polícia Civil, há dois suspeitos do crime. Marcílio e Joel. Marcílio foi preso nesta quinta-feira (10) por força de mandado de prisão temporária.

A polícia informou que populares descreveram as características dos suspeitos. E os dois foram identificados. “Ontem mesmo nós notificamos os suspeitos e hoje Marcílio foi preso”, relatou o policial.

O policial explicou que os dois teriam matado Gulamar porque estavam devendo ao cobrador. Para não pagarem a dívida, resolveram matar o mossoroense. A polícia suspeita que uma terceira pessoa participou do crime, que ainda está sendo investigado. “As investigações continuam”, frisou o policial.

Após a perícia no local do crime, o corpo de Gulamar foi removido para Perícia Forense de Fortaleza, onde serão realizados mais exames que embasarão o inquérito policial.

No dia 8 de agosto, o Mossoró Hoje conversou com a esposa de Gulamar, Imaculada Pereira. Ela contou que o esposo saiu para trabalhar no dia 1º de agosto, de moto, para a cidade de Morada Nova, Ceará. Há cerca de três meses, Gulamar trabalhava fazendo cobranças naquela região.

Mossoró Hoje
Foto: Reprodução

Comentários

comentário(s)

Sistema Rede News 360 de Comunicação – Mossoró/RN

Mais em Barbaridade

Subir