Redes Sociais

REDE NEWS 360

Assembleia estuda lançar novo concurso público no ano que vem, revela presidente

RN

Assembleia estuda lançar novo concurso público no ano que vem, revela presidente

Após ter realizado o primeiro concurso público da história da Casa em 2013, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte está estudando a possibilidade de lançar um novo certame no ano que vem, data em que se encerrará a atual gestão do presidente Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). Em entrevista concedida com exclusividade ao Portal Agora RN / Agora Jornal na manhã desta sexta-feira, 6, o deputado revelou, ao avaliar sua passagem pela presidência, a intenção da Casa em realizar o concurso no próximo ano, mas não deu grandes detalhes sobre o projeto.

“Na minha gestão, a Assembleia evoluiu, avançou e nada melhor do que os números para comprovarem isso. Neste quadrimestre nós baixamos o limite prudencial e o colocamos abaixo do alerta. Recentemente, propiciamos o chamado de todos os concursados que tinham sido aprovados no último certame da Casa, e agora estamos vislumbrando até mesmo fazer um novo concurso no ano que vem. Os fatos não mentem. A realidade da Assembleia hoje é outra. Trata-se de um lugar aberto, com participação popular, muito transparente e referência para outras Casas Legislativas no Brasil”, disse o parlamentar após participar do evento que lançou o projeto “Transporte Cidadão”.

No certame realizado em 2013, mais de 28 mil pessoas se reuniram em Natal, precisamente no dia 1º de setembro, para concorrer a uma vaga no primeiro concurso público da história da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. As provas foram aplicadas em 22 instituições de ensino diferentes e distribuídas pelas quatro regiões da cidade. Ao todo, 1.258 profissionais foram mobilizados para dar apoio aos candidatos durante o exame, sendo 1.090 fiscais, 120 auxiliares e 48 coordenadores.

Naquela oportunidade, a Casa ofereceu 85 vagas para 15 cargos, dentre eles Analista Legislativo, Arquiteto, Analista de Sistema, Biblioteconomista, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Jornalista, Médico e Psicólogo, todos de nível superior, que tiveram remuneração de R$ 6.215,20. Os outros cargos foram voltados para o nível médio e incluíram vagas para Operador de Som, Programador, Taquigrafia e Técnico em Hardware, com remuneração de R$ 2.609,48. O cargo mais concorrido proporcionalmente foi o de Técnico do Controle Interno, com salário de R$ 17.025,00. A Fundação Carlos Chagas foi a responsável pelo certame.

Apesar de ter sido considerado um sucesso na época, somente em abril deste ano, justamente na gestão de Ezequiel Ferreira, a Assembleia conseguiu chamar todos candidatos aprovados no concurso. A convocação foi publicada no Boletim Legislativo do dia 24 de abril e a posse dos aprovados ocorreu 30 dias depois.

Eleições 2018

Além de ter comentado sua gestão a frente da Assembleia, Ezequiel também abordou temas políticos ao longo da conversa com o Agora. De acordo com o deputado, o crescimento que o PSDB registrou nas últimas eleições municipais credenciou o partido a lutar por cargos maiores nas eleições do ano que vem. Além disso, ele elogiou a atuação do deputado federal Rogério Marinho na Câmara Federal e destacou os mandatos dos seus colegas partidários dentro da própria Assembleia Legislativa. Além dele, o PSDB conta com outros 4 nomes na Casa estadual.

“O partido cresceu bastante, foi o que mais registrou aumento em número de vereadores, de vice-prefeitos e de prefeitos de uma eleição para outra. Hoje temos um deputado federal referência no Brasil pela sua inteligência, pela sua capacidade e pelo seu trabalho na relatoria da reforma trabalhista. No quadro estadual, temos uma bancada que dignifica o partido pela sua estatura, entre eles Márcia Maia, Raimundo Fernandes, José Dias e Gustavo Carvalho, que junto a mim fazem um trabalho voltado aos anseios da população, debatendo os temas mais críticos do RN desde a área da segurança até a geração de emprego e renda”, contou, completando:

“Acredito que, na medida em que o partido cresce, ele ganha musculatura para lançar novas candidaturas tanto para deputado estadual quanto para federal, assim como também começa a avaliar postulantes para a composição de uma chapa majoritária. Hoje o PSDB está, sem dúvida alguma, dentro do tabuleiro político para a sucessão de 2018. Quando falo isso, quero dizer que a chapa pode ser lançada tanto para o Senado como para a vice-governadoria. Tudo depende de entendimentos. Neste momento, o PSDB está aberto e disposto a discutir as possibilidades de apoio na sucessão estadual”, finalizou.

Agora RN
Foto: AL-RN

Comentários

comentário(s)

Sistema Rede News 360 de Comunicação – Mossoró/RN

Mais em RN

Subir