Redes Sociais

REDE NEWS 360

Com novas eleições marcadas em Paraú, Antônio de Narciso tem 5 nomes para apoiar

RN em Tópicos

Com novas eleições marcadas em Paraú, Antônio de Narciso tem 5 nomes para apoiar

Após a cassação dos mandatos do então prefeito Antônio de Narciso (PSD) e da então vice-prefeita Francisca de Chico de Bola (PR), no município de Paraú, localizado na microrregião do Vale do Açu, no estado do Rio Grande do Norte, vários nomes são ventilados para disputar, com o apoio de Antônio de Narciso, a eleição suplementar já marcada pela Justiça Eleitoral para 4 de março de 2018. Atualmente, o cardo de prefeito é ocupado interinamente pela presidente da Câmara Municipal, Socorro Paula (PSD).

As opções de Antônio de Narciso são:

Antônio Carlos (PSD: Primo de Antônio de Narciso e ex-secretário municipal. Tido como “plano B” do prefeito cassado. Entretanto, diante da conjuntura política atual, pode não ser a bola da vez.

Flavinho de Chico Sabiá (PMDB): Vereador de primeiro mandato, goza da confiança do líder governista Antônio de Narciso. No entanto, é considerado inexperiente para o desafio.

Raíssa Nunes (PSD): Esposa do prefeito cassado Antônio de Narciso. Seria a continuidade administrativa do cônjuge. Durante aproximadamente 4 anos e meio, acompanhou de perto os caminhos que o então gestor percorreu como administrador municipal. Seria apresentada à população como a “resposta nas urnas” contra a cassação.

Rogério Peixoto (PSD):  Ex-secretário municipal de Saúde, geriu a pasta com primazia. No entanto, há quem diga que lhe falta o “jogo de cintura” necessário para postular o cargo.

Socorro Paula (PSD): Aparece com chances de entrar na disputa, tão somente por ocupar o cargo de prefeita interinamente. Porém, lhe falta popularidade suficiente para tanto. Reeleita vereadora em 2016, com apenas 260 votos, sendo a 5ª colocada, Socorro Paula tem desagradado em muito ex-ocupantes de cargos comissionados, com demissões.

No jogo político, a atual prefeita Socorro Paula representa grande risco aos interesses do bloco político realmente liderado por Antônio de Narciso. Se preterida pela base do prefeito cassado, pode render-se aos “encantos” oposicionistas e formar uma chapa mista com a ala de Maria Olímpia. Contudo, como coadjuvante.

Como oposição ao atual grupo governista, a então candidata derrotada no pleito de 2016 Maria Olímpia (PP) certamente entrará na disputa. A adversária já coleciona 2 (duas) derrotas seguidas.

Faltando pouco mais de 90 dias para os parauenses voltarem às urnas e decidirem os rumos daquele município, O momento é decisivo e, o resultado das urnas pode confirmar ou não, suposta revolta do povo com a cassação de Antônio de Narciso.

Faça sua aposta. A disputa já começou nos bastidores, mesmo que ainda discreta.

Com informações do RN Política Em Dia
Foto: Reprodução

Comentários

comentário(s)

Empresário da comunicação há mais de três décadas, presidente do sistema Rede News 360 de Comunicação.

Mais em RN em Tópicos

Subir