Redes Sociais

REDE NEWS 360

RN em Tópicos

Triste realidade

Não estou aqui para defender o governador Robinson Faria. Não tenho procuração para tal atitude. Mas vejo que na verdade os políticos do Rio Grande do Norte não aprendem a lição que nos é ensinava todo dia pelos parlamentares, sejam eles estaduais ou federais, do vizinho Ceará. Em momentos de crise, como aquele estado já vivenciou, todos se unem em busca de solução urgente. Promover a política partidária, pelas bandas de lá, é uma coisa. Lutar pelo desenvolvimento e bem estar social de um povo e o território por ele habitado é outra. E neste último caso prevalece a união de todos. Aqui no nosso tão pequeno (territorialmente) RN, de um povo tão pacato e hospitaleiro, ainda se sobrepõe uma meia dúzia de pessoas que em período de campanha implora, chora pela confiança da população e, chegando ao poder, passam a agradecer com verdadeiros coices.

A CRISE

O momento é de grande crise financeira, onde o Governo tem buscado de todas as formas, recursos para quitar seus débitos junto ao servidor público estadual, para que estes possam comemorar um verdadeiro Natal em Família. No entanto, percebemos apenas o governador, com um pires na mão em Brasilia, implorando ajuda ao Governo Federal para tentar amenizar esse grave problema.

A CRISE II

Estaria sozinho atrás de dinheiro para pagar aos servidores públicos, se não fosse o seu filho, deputado federal Fábio Faria. O restante da bancada federal, seja na Câmara ou no Senado, tem se mostrado omissa a essa difícil situação. Enquanto a população norte-rio-grandense padece, nossos parlamentares federais passeiam pelo interior do estado, já se apresentando como pré-candidatos e, de certa forma, torcendo pelo insucesso do Governo. Eita dose pra jabuti!

FALTA HUMILDADE E RESPEITO

Ainda não está na hora de se montar os palanques eleitorais. O nosso estado passa por um momento nunca registrado na sua história. A hora é de todos, sem distinção de cor partidária, base política ou algo assim, ter um pouco de humildade e mais respeito para com aqueles que, de dois em dois anos, saem de suas casas para aplaudir os discursos dos candidatos e confiar nas promessas, agora enxergadas como em vão.

MEDO DO POVO

E esse abandono a que eles relegaram o nosso querido povo potiguar, aos poucos começa a surtir um efeito, de certa forma negativo para os líderes políticos tradicionais. Ou os que se acham. Mirem-se no exemplo do senador José Agripino que, em duas incursões pelo interior do estado – Martins e Pau dos Ferros -, foi recepcionado com vaias e só conseguiu cumprir sua agenda à portas fechadas nesses locais, graças ao aparato policial militar para garantir sua integridade física.

GARIBALDI ALVES

Colecionador de muitas vitórias – deputado estadual, prefeito de Natal, governador, senador -. Mas está com medo de se apresentar ao povo. Isso porque, em outras oportunidades, quando vinha a Mossoró, sua visita era propalada a todo vapor. Causou espanto, ele visto na cidade quando da entrega das casas do conjunto Odete Rosado, na quarta-feira, 20 de dezembro. Se esquivando da imprensa e até do povo. Lamentável.

FÁTIMA BEZERRA

Sua situação não é diferente. Se elegeu junto com Robinson Faria e não o acompanha para, usando a força do Senado, tentar sanar esta situação de penúria à que está imposta o servidor público estadual. Prefere continuar falando em ‘governo golpista’ e torcendo para que nada dê certo. E ainda vai para as ruas dizendo que está em defesa do trabalhador. Se ilude quem quer.

ZENAIDE MAIA

Esta, não apresenta nada de novo no seu mandato. Somente o fácil discurso focado em chamar o presidente Temer de golpista, na tentativa de se eleger senadora e ainda fazer o irmão, João Maia, novamente deputado federal. Realizaria algo colocando-se ao lado do governo, usufruindo de seu prestígio parlamentar, se é que tem, para tentar tirar o RN do estado de pobreza absoluta em que encontra. É mais uma a deixar o povo num segundo plano.

ASSU DESCENDO A LADEIRA

Comentários correntes nas rodas de conversa lá na ‘Terra dos Poetas’, dão conta que uma recente pesquisa apresenta o prefeito Gustavo Soares com uma desaprovação popular que beira os 80%. Algo extremamente surpreendente. O jovem médico, eleito nas eleições de 2016, enfrenta dificuldades nesse primeiro ano como chefe do executivo municipal. E ninguém consegue explicar o que está acontecendo.

ROBINSON FARIA

O governador Robinson Faria vem tentando achar uma forma de melhorar a situação do Rio Grande do Norte. Sabemos do momento difícil em que se encontra o país e o estado que, administrado por ele, não é diferente. Porém, ele tem sempre se mostrado otimista, diz que não vai baixar a cabeça diante de tão cruciais circunstâncias e vai continuar insistindo, persistindo na busca de recursos financeiros para pagar salários de servidores que estão em atraso. Vai lutar até o fim. E essa batalha também é contra os maus políticos que, derrotados nas urnas em 2014 e com poucas perspectivas de sucesso em 2018, torcem para ver o território potiguar cada vez mais mergulhado nessa decadência. Mas, ninguém duvide, pode acontecer uma virada de situação. O governador Robinson Faria ainda não jogou a toalha. Pelo contrário, a alguns correligionários tem dito que é candidato à reeleição. Vamos aguardar.

Comentários

comentário(s)

Empresário da comunicação há mais de três décadas, presidente do sistema Rede News 360 de Comunicação.

Mais em RN em Tópicos

Subir