Redes Sociais

REDE NEWS 360

RN em Tópicos

Difícil situação

Estamos atestando nesses últimos dias, com o desenrolar de uma série de acontecimentos. São aquelas pessoas tidas como políticos tradicionais, integrantes das antigas oligarquias, se utilizando do que “legalmente lhe concerne”, passando o poder de pai para filhos e, dessa forma, querendo se perpetuar no poder. Mas na realidade, e aí um futuro bem próximos lhes levará a conviver com o drama, não só de serem escanteados da vida pública, mas, também, de perderem por completo o poder e as benesses que este lhes oferece. Estamos às vésperas de um grande momento de comportamento democrático no Brasil e no nosso sofrido Rio Grande do Norte, em que estes pseudo-representantes do povo irão se ver impedidos de retornar às casas legislativas, ou gabinetes executivos. Um claro exemplo do que está por vir aconteceu em Natal, na manhã desta quinta-feira (11), com o deputado estadual Ricardo Motta que foi vaiado quando chegava na Assembleia Legislativa.

ESCOLTA POLICIAL

O parlamentar norte-riograndense, que recentemente foi impedido pela Justiça, de exercer as funções e ficou afastado durante 6 (seis) meses do cargo de deputado estadual, precisou de escolta policial para poder ter acesso às dependências da AL. Ele é acusado de envolvimento em crimes de corrupção. Que isso venha a servir de ensino para outros que pensam que o poder emanado do povo é eterno. Não é.

A VEZ DO POVO

É como bem diz a sabedoria popular: “a onda que suja a praia, é a mesma que se encarrega de limpá-la”. O que veio a acontecer na manhã de hoje, em Natal, pode ter sido espelhado no idêntico comportamento do povo nas cidades de Martins e Pau dos Ferros para com o senador José Agripino que foi hostilizado. Senhores políticos, não pensem que o nosso povo é besta!

EM CARAÚBAS

O Ministério Público Estadual do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou que o prefeito Júnior Alves (PSD) não fizesse investimento em atrações artísticas para a tradicional Festa de São Sebastião. Posteriormente, o gestor argumentou sobre o “impacto financeiro positivo” e segue com o evento que vem registrando grande público desde a abertura, ocorrida ontem, dia 10. Vamos aguardar o desfecho.

EM GROSSOS

O Secretário Geral da Prefeitura e ex-prefeito João Dehon, ultimamente tem aparecido muito nas redes sociais e, por outro lado, realizado aquele trabalho de corpo a corpo em visitas a amigos e correligionários. Seu irmão, José Maurício, atual prefeito, está em seu segundo mandato. E é como diz o ditado: “Essa alma quer reza”. Seguimos observando as atitudes do jovem líder político grossense.

QUEM ARRISCA?

Quem nesse momento pode arriscar um palpite a respeito da posição política a ser adotada nas próximas horas pelo empresário Tião Couto? Ele foi alijado pelo PSDB, das intenções de concorrer a um cargo majoritário a nível de estado nas eleições de outubro deste ano. E o tempo passa. Ele, insatisfeito por demais com o partido que lhe projetou na vida pública, no momento não diz que fica nem que sai. Enquanto isto, haja especulação.

SEGURANÇA

A sensação ressurge, uma vez que a Policia Civil, Policia Militar e Corpo de Bombeiros retornaram aos serviços, depois de mais de três semanas de aquartelamento. É notório e plausível a presença das Forças Armadas –Exército – nas ruas das duas maiores cidades do estado. No entanto, ninguém melhor do que as nossas polícias para nos proteger. Eles sabem como faz bem melhor. Conhecem muito bem a terra que pisamos.

EM FRUTUOSO GOMES

Já são tomadas todas as medidas com vistas à realização de mais um período momesco, previsto para acontecer entre os dias 10 e 14 de fevereiro. O Carnaval por lá, é uma das maiores festas da região e está em sua 22ª edição. Os organizadores trabalham a régua e compasso para repetir ou, se possível, superar o sucesso do ano de 2017. Nas próximas horas, serão anunciados os artistas que animarão a tradicional folia.

LUIZ JAIRO

Ainda faltando 3 anos para o pleito sucessório municipal, muitos gestores públicos que não vão poder mais disputar uma reeleição, já arregaçam as mangas objetivando fazer sentar na sua ex-cadeira, a de prefeito, em 2021, uma pessoa de sua legítima e respaldada confiança. É o caso de Luiz Jairo (PR), prefeito do vizinho município de Upanema. Ele trabalha o nome de um sobrinho, conhecido como ‘Renan’. A aparição de ambos em eventos diversos, recentemente na praia de Tibau, onde fizeram poses para fotos e com sorrisos largos estampados nos rostos. É um nítido sinal. De acordo com observadores da cena política upanemense, resta agora voltar os olhos para a base de sustentação do prefeito para ver sua reação. Sabemos da existência de outros nomes dentro do grupo, que almejam, da mesma forma, serem apoiados pelo executivo municipal atual. No momento, esse caminho está sendo trilhado, podendo haver discordância e, decorrente disso, um racha dentro da agremiação que ganhou 2 (duas) campanhas, isso depois de muitas investidas. É como diz o jornalista Carlos Santos: “Ouvidos ao chão”!

Comentários

comentário(s)

Empresário da comunicação há mais de três décadas, presidente do sistema Rede News 360 de Comunicação.

Mais em RN em Tópicos

Subir