Redes Sociais

REDE NEWS 360

Prefeitura de Macau desenbolsa quase um R$ 1,5 milhão nesta segunda-feira para pagar salários

Economia

Prefeitura de Macau desenbolsa quase um R$ 1,5 milhão nesta segunda-feira para pagar salários

A Prefeitura de Macau desembolsa nesta segunda-feira, 15, cerca de R$ 1,5 milhão com a retomada do cronograma de pagamento dos servidores municipais. O assunto foi tratado em reunião neste sábado, 13, no Palácio João Melo, onde o prefeito Tulio Lemos recebeu do novo Secretário de Administração Elias Júnior as planilhas com projeções de receitas e despesas para este ano de 2018.

Com os números em mãos, apesar das dificuldades em razão da crise financeira que castiga os municípios, o prefeito Tulio Lemos determinou que, nesta segunda-feira, 15, a Secretaria de Administração quite a folha do 13º salário dos aposentados que recebem acima de quatro salários mínimos. Também serão quitadas as folhas de dezembro dos agentes de saúde e de todo pessoal efetivo lotado no Hospital Antônio Ferraz. Os agentes de endemias além dos salários de dezembro recebem também o 14º salário de incentivo a categoria.

Educação

Os professores vão receber nesta segunda-feira, 15, seus vencimentos de dezembro em uma parcela de 50% da dívida, o que corresponde ao desembolso do montante de R$ 470 mil, somente para esta categoria de trabalhadores.

Aposentados

Todos os aposentados e pensionistas da Macau Previ recebem nesse pacote de desembolso da prefeitura, uma parcela que corresponde a 40% dos salários de novembro que estão atrasados.

Os servidores da ativa que estão lotados em outras secretarias recebem nesta segunda-feira, 15, uma parcela que corresponde a 20% dos vencimentos de dezembro. O prefeito Tulio Lemos se pronuncia já na próxima quarta-feira, 17, às 16 horas, onde pretende falar sobre o detalhamento do saldo de salários atrasados e apresentar o calendário de pagamento do servidor para o ano de 2018.

Blog do Celso Amâncio
Foto: Reprodução

Comentários

comentário(s)

Sistema Rede News 360 de Comunicação – Mossoró/RN

Mais em Economia

Subir