Redes Sociais

REDE NEWS 360

ABSURDO! PREFEITO DE SÃO MIGUEL/RN HOMENAGEIA O ASSASSINO QUE ATERRORIZOU A CIDADE HÁ 90 ANOS

Expresso Nacional

ABSURDO! PREFEITO DE SÃO MIGUEL/RN HOMENAGEIA O ASSASSINO QUE ATERRORIZOU A CIDADE HÁ 90 ANOS

A Fundação Getúlio Vargas, tornou público um conjunto de 70 mil cartas, manuscritos e fotos que revelam que o Coluna Prestes realizava saques, estupros, assassinatos e outras atrocidades que deixavam a população aterrorizada. Ao saber da chegada dos revoltosos, a população costumava fugir por medo das atrocidades espalhadas pela coluna. O historiador Leandro Narlock, no Guia politicamente incorreto da história do Brasil, apresenta vários casos de destruição, estupros e assaltos cometidos por membros da Coluna Prestes, inclusive o assassinato de uma menina de 16 anos ordenado pelo líder do grupo revoltoso, ou seja, Luís Carlos Prestes.

Marcha dos Horrores.

(Consuelo Dieguez, jornalista, sobre a Coluna Prestes)

No início de fevereiro de 1926 a Coluna segue em direção ao Rio Grande do Norte, mais precisamente a São Miguel, onde realiza saques, incendeia o cartório, destroi a estação telegráfica para evitar a transmissão de informações à polícia de Pau dos Ferros e aterroriza a população local. Os cidadãos de São Miguel, junto com o apoio da polícia, resistiram a invasão e lutaram contra os revoltosos saqueadores. Mesmo em menor número, a resistência potiguar evitou que a Coluna Prestes adentrasse no interior do Rio Grande do Norte. Também possibilitou que o Governo ganhasse tempo para preparar suas forças para um possível confronto maior.

 

Graças aos cidadãos de São Miguel, os heróis da resistência, a Coluna Prestes foi impedida de levar o terror para as terras potiguares.

É como se o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu,  resolvesse fazer uma homenagem a Adolf Hitler.

Contudo o atual prefeito da cidade, Zé Gaudencio, irá fazer um memorial em homenagem à… Luis Carlos Prestes. Sim. O prefeito da cidade irá homenagear o homem responsável pelos saques e prejuízos causados ao povo da própria cidade. Enquanto que, 90 anos antes, os micaelenses lutaram brava e patrioticamente para defender sua cidade e suas famílias, hoje o prefeito da cidade, ao invés de fazer a justa e devida homenagem a esses patriotas heróis da resistência que livraram o Rio Grande do Norte da Coluna do Horrores, irá elevar à glória dos altares da cultura de São Miguel um assassino e líder do bando que levou terror ao povo da própria cidade.

O prefeito deveria homenagear os patriotas que foram os verdadeiros heróis da resistência salvando não apenas o povo de São Miguel, mas de todo o Rio Grande do Norte

Fazer o inverso é como se o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu,  resolvesse fazer uma homenagem a Adolf Hitler.

Bibliografia consultada: BRUM, Eliane. Coluna Prestes: o avesso da lenda. Porto Alegre: Artes Ofícios, 1994. NARLOCK, Leandro. Guia politicamente incorreto da história do Brasil. Edição Ampliada. São Paulo: Leya, 2011. Rostand Medeiros. Disponível em https://tokdehistoria.com.br/2012/01/03/a-historia-da-coluna-de-revoltosos-em-sao-miguel/ Acessado em 31 de janeiro de 2018.

Jaufran Siqueira

Comentários

comentário(s)

Mais em Expresso Nacional

Subir