Redes Sociais

REDE NEWS 360

Robinson peita desgaste e segue confiando na sua premonição

Circulando em Off

Robinson peita desgaste e segue confiando na sua premonição

Quem vem apostando na renúncia do governador Robinson Faria (PSD) no tempo hábil(até o dia 7 de abril) para disputar outro cargo eletivo nestas eleições parece que irá se enganar. Após enfrentar um turbilhão de problemas de todas as ordens e de ter vivenciado um pico de desgaste administrativo jamais visto na história da gestão estadual do Rio Grande do Norte, como uma “fênix” (pássaro lendário e originário da mitologia grega que quando morria era consumido pelo fogo e depois renascia das próprias cinzas), o governador parece impulsionar novo voo no rumo da reeleição.

No calor da crise, o governador do Rio Grande do Norte sempre frisou que nunca perdeu o otimismo, e procurava justificar os desatinos se sustentando nas dificuldades enfrentadas pelo País, causadora da instabilidade administrativa e política de forma geral, e ainda nos próprios problemas mal resolvidos no Estado, herança de vários governos passados, como o estouro, nas suas mãos, da crise penitenciária, por exemplo.

Nos últimos dias, Robinson voltou a girar o Estado, e ao mesmo tempo em que cumpre agenda administrativa, consegue espaço para sondar sua performance junto ao eleitorado, realizando contatos com forças políticas e assim tentar reconstruir o caminho da sua permanência no pódio gestor.

Como ele tem dito, em quase todas os embates políticos que teve de travar, começou desacreditado. No último embate estadual de 2014 não foi diferente. Enquanto o então candidato Henrique Alves juntava forças políticas de todas as cores ao seu redor, tendo a vitória como “favas contadas”, Robinson acabou o derrotando no segundo turno, atingindo 54% dos votos contra 45% do adversário.

Ele ingressou na política em 1986 com 27 anos, e segundo ele, sem muito crédito porque era muito jovem e visto apenas como um filho de um industrial rico, o saudoso Osmundo Farias. Aberta as urnas, elegeu-se o deputado estadual mais votado e mais jovem da Assembleia Legislativa. Foi reeleito seis vezes.

Na atual caminhada, Robinson caminha para uma aliança com o PRB, que tem o potiguar Flávio Rocha como pré-candidato à Presidência da República, assim como outros partidos.

E seguirá, enquanto é alardeado negativamente por uns pelo ainda desgaste, evocando a premonição.

PRP NA PAUTA

O PRP deverá ter um candidato forte na disputa por uma vaga na Câmara dos Deputados. Trata-se do empresário Gabriel Kanner. E nome novo na política, mas tem “pedigree”. Ele é neto do empresário Nevaldo Rocha e sobrinho de Flávio Rocha. E nesses tempos do “novo” na política, está cheio de vontade. Anote aí.

DE NOVO

A propósito, ainda falando em novo, quem não topou a parada depois de ver o caminho estreito foi o empresário Luiz Roberto Barcelos. Estava certo de disputa o Senado, mas quando viu a mudança dos tempos, preferiu ficar onde está. Mas segue observando o desenrolar do processo sem arquivar o sonho de ingressar na vida pública.

SENADO

A propósito, quem pensar que a corrida para o Senado não será apertada, apesar das duas vagas que serão abertas este ano, pode ir tirando o cavalinho da chuva. Apesar demeio isolado, o senador José Agripino não está morto. E ninguém subestime o seu poder de articulação. É aguardar.

SILENTE

E a prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini segue silente em relação a sucessão deste ano. Por sinal, deixando muita gente embatucada, como se diz. A estratégia do articulador Carlos Augusto é de que haverá um tempo para tudo. E certamente este tempo ainda não chegou.

EXULTANTE

E a senadora Fatima Bezerra(PT) estaria exultante ter conhecimento de sondagens internas que lhe chegam. Surfa na boa onda do favoritismo sem muito alerde. É aguardar.

A QUEM INTERESSAR POSSA

“Se o cobertor é curto, aprenda a se dobrar”.

ESTADUAL

De Mossoró ara o Oeste, meio mundo de candidatos a deputado estadual. Cada qual com o seu sonho de chegar lá e intensificando as articulações.

A PROPÓSITO

Muita gente confiando na rejeição popular aos políticos tradicionais. Mas com olhar enviesado, após sentir o movimento dos bastidores e depois do contato com o chamado “eleitor profissional”. Quase tudo do mesmo jeito por aqui. Uma onda.

RELAX – “Cada ser em si carrega o dom de ser capaz/E ser feliz…” ALMIR SATER

Comentários

comentário(s)

Jornalista há 30 anos, tendo atuado nos jornais A República, Diário de Natal/O POTI, O Mossoroense, Revista Spaço, Revista De Fato Nordeste e fundador dos jornais Oeste Independente, Jornal de Mossoró, Jornal Metropolitano, em parceria com Roberto Costa Lima, jornal Página Certa, entre outras publicações; Foi Diretor de Redação do Jornal Gazeta do Oeste por mais de uma década. Escreveu os livros “Adffurn e seu tempo – vitórias e conquistas”, em parceria com o professor Lúcio Ney, e “Contos do Cotidiano”. No rádio, colaborou com as rádios Libertadora e Difusora. Atualmente é Diretor de Redação do Jornal News 360 e Apresentador do programa Jornal da Câmara, na TV Câmara/Mossoró.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Mais em Circulando em Off

Subir