Redes Sociais

RN 360º

Quase 30% dos homicídios em Mossoró no ano de 2019 ocorreram em maio

Violência

Quase 30% dos homicídios em Mossoró no ano de 2019 ocorreram em maio

O mês de maio, até o momento, é o mais violento do ano em Mossoró. Até a manhã desta quinta-feira, o quinto mês do ano já registrou 22 dos 74 assassinatos ocorridos na cidade em 2019. O número representa quase 30% (29,72%) dos crimes registrados no segundo maior município do Rio Grande do Norte. Os dados foram disponibilizados pelo Observatório da Violência do RN (OBVIO).

O último homicídio registrado em Mossoró aconteceu na noite desta quarta-feira, 29. Vaneska Dantas da Silva, 37 anos, baleada na noite desta quarta-feira, 29, quando chegava a sua residência, na Rua Nicácia Costa de Araújo, no bairro Santo Antônio, morreu na madrugada desta quinta-feira, 30, no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM).

Em relação a maio de 2018, o número de homicídios cresceu 144,4%. Naquele mês houve apenas 9 assassinatos. Já se comparado ao mesmo mês de 2017, houve, por enquanto redução de 18,2%. São 24 contra 22, aponta o levantamento do OBVIO.

Ainda segundo o OBVIO, maio é o único mês do ano até então que não registrou queda no número de mortes violentas em relação ao mesmo período do ano passado. Em janeiro a redução foi de 39,1% (14 em 2019 contra 23 em 2018). Já em fevereiro deste ano houve 11 assassinatos contra 26 no mesmo mês de 2018. Redução de 57,7%.

Março seguiu a tendência dos dois meses anteriores e teve queda no número de homicídios em 32%. Foram 17 neste ano contra 25 em 2018. Abril 2019 teve apenas 10 assassinatos contra 23 do mesmo mês do ano anterior. Redução de 56,5%.

Em relação aos cinco primeiros meses de 2018, Mossoró apresenta redução de 30,2%. De 1º de janeiro a 30 de maio deste ano, a cidade registrou 74 homicídios. No mesmo período do ano passado o número chegou a 106 assassinatos.

Confira abaixo quadro:

*Via Jornal De Fato / Foto: Fim da Linha

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Mais em Violência

Subir