Redes Sociais

RN 360º

Representante da Petrorecôncavo reafirma compromisso de investir U$$ 150 mi

Foto: Edilberto Barros/CMM

Economia

Representante da Petrorecôncavo reafirma compromisso de investir U$$ 150 mi

O representante da Petrorecôncavo, Marcelo Guimarães, reafirmou o compromisso de que a empresa vai investir 150 milhões de dólares nos próximos cinco anos e que aguarda a homologação da cessão dos poços, prevista para o último trimestre do ano, para início da exploração. As informações são da assessoria da Câmara Municipal de Mossoró (CMM).

Marcelo Guimarães participou de audiência pública na Câmara CMM na manhã desta quinta-feira, 11. Segundo ele, haverá um novo ciclo de investimento para aumento da produção, royalties e empregos.

“Lógico que não somos a Petrobras e não seremos responsáveis por retornar a produção dos tempos áureos. Porém, deveremos ter duas ou três sondas de trabalho e até uma sonda de perfuração em Riacho da Forquila, onde há mais de um ano não existe nenhuma sonda exclusiva, e a mão de obra será majoritariamente local”, diz Magalhães.

A Petrorecôncavo 34 campos maduros no polo Riacho da Forquilha. Há confiança de que o fato reaquecerá a produção petrolífera no Oeste.

Proponente da audiência pública, a vereadora Sandra Rosado (PSDB) diz não acreditar que a atual desaceleração do setor seja irreversível. “Pelo contrário. A exploração de campos maduros pela iniciativa privada é uma nova porta que se abre, um momento alvissareiro de oportunidades, que emergem da crise econômica que enfrentamos”, analisa.

Novo momento

A visão também é compartilhada pelo secretário executivo da Associação de Produtores Independentes de Petróleo e Gás (ABPIP), Anabal Santos Júnior, para quem a exploração de campos maduros pela iniciativa privada é modelo consagrado em todo o mundo. “Mossoró não é laboratório. Mas, claro, dando certo, outras empresas poderão vir”, explica.

O otimismo foi reforçado pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Lahyre Rosado Neto (representante da prefeita Rosalba Ciarlini), e pelo presidente de Redepetro RN, Gutemberg Dias, e por outros oradores da audiência, como Vilmar Pereira (vice-presidente da Fiern), João Luciano Neto (CDL), prefeitos, técnicos, vereadores, entre outros.

A audiência pública foi prestigiada por representantes de municípios produtores, como Macau (prefeito Túlio Lemos), Porto do Mangue (prefeito Sael Melo), universidades (Uern, Ufersa, UnP), vereadores Izabel Montenegro, Aline Couto, Alex do Frango, Genilson Alves, João Gentil, entre outros.

*Do Jornal de Fato

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Mais em Economia

Subir