Redes Sociais

Na mira da PF, ex-governador da Paraíba promete se apresentar à Justiça

Foto: Reprodução

Política

Na mira da PF, ex-governador da Paraíba promete se apresentar à Justiça

Por estar fora do país, o nome de Coutinho foi incluído na difusão vermelha da Interpol.

Após ter prisão preventiva decretada nesta terça-feira (17), o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) , disse que vai voltar da viagem de férias, no exterior, para se apresentar à Justiça. Ele foi um dos alvos da Operação Calvário, da Polícia Federal (PF), que investiga organizações criminosas atuantes no desvio de recursos públicos da área da saúde e educação no Estado.

Segundo a PF, por estar fora do país, o nome de Coutinho foi incluído na difusão vermelha da Interpol. O atual governador da Paraíba, João Azevedo, também é alvo da mesma operação.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, do total desviado pelos suspeitos, mais de R$ 120 milhões foram destinados a políticos e campanhas nas eleições de 2010, 2014 e 2018.

Continho afirmou que irá comprovar a inocência dele. Já o PSB, partido do ex-governador, manifestou confiança na conduta de Coutinho e disse que apoia a apuração dos fatos.

Ao todo, a PF cumpriu 17 mandados de prisão preventiva na Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Goiânia e Paraná. Os investigados irão responder pelos crimes de organização criminosa, fraude em licitação e corrupção ativa e passiva.

*Via Jovem Pan

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Mais em Política

Subir