Redes Sociais

Prefeitura apresenta potencial do Mossoró Cidade Junina para empresas credenciadas na captação de recursos

Mossoró

Prefeitura apresenta potencial do Mossoró Cidade Junina para empresas credenciadas na captação de recursos

Os secretários de Comunicação Social, Planejamento e Desenvolvimento Econômico e Turismo (Aglair Abreu, Aldo Fernandes e Lahyre Neto) realizaram na tarde desta quinta-feira (26) uma apresentação do Mossoró Cidade Junina e suas potencialidades para duas empresas que vão auxiliar no trabalho de captação de recursos na edição do maior evento cultural da cidade. A Máxima Locadora e Metta Consultoria participaram de processo licitatório e estão aptas a captar recursos de empresas privadas e leis de incentivo à realização de eventos culturais na cidade, começando com o Mossoró Cidade Junina.

“Através de um processo licitatório, chamamento público, houve o credenciamento de duas empresas que estão oficialmente credenciadas para captar patrocínios para os eventos realizados pelo Município de Mossoró iniciando, obviamente, com Mossoró Cidade Junina. A reunião de hoje foi para apresentar os nossos eventos culturais, especificando o MCJ através de seus polos às duas empresas.”, explicou o secretário de Planejamento Aldo Fernandes.

Representando a Máxima, Temistocles Barbosa, afirma que vai trabalhar para tornar o Mossoró Cidade Junina um produto turístico atrativo para o maior número de patrocinadores. “Nosso objetivo é transformar o Mossoró Cidade Junina em um produto turístico com grande potencial dentro do mercado nacional. Então vamos trabalhar de forma a atrair o maior número de patrocinadores.”, comentou Barbosa que já teve experiências com o São João da Paraíba nos anos 2000, 2015 e 2016.

Ele ainda explicou que a captação de recursos para o MCJ vai ajudar a diminuir o financiamento público da festa feito pela Prefeitura. “O que nós vamos fazer a partir de agora é um trabalho de captação de forma mais profissional. Todo mundo já conhece o potencial da cidade de Mossoró. Vamos fazer todo um levantamento, um diagnóstico, para ter em mãos um conhecimento de todo o potencial do evento e partir daí vamos trabalhar na captação desses recursos com objetivo desafogar o próprio município do investimento que ele faz para realização deste evento.”, afirmou Temistocles.

Francisco Alek, da empresa Metta, de Natal, reconhece a viabilidade econômica do MCJ e está empolgado com a possibilidade de atrair grandes patrocinadores para Mossoró. “É um ótimo evento para vender. Melhor e maior São João do Nordeste. No próximo ano vem com um tema muito bom de ser trabalhado e a Metta tem o prazer de ter se credenciado junto a esse processo de chamamento público para captar recursos. O Rio Grande do Norte reconhece o potencial do Mossoró Cidade Junina e o Brasil. O que falta agora é puxar esse potencial e alertar a iniciativa privada para vir entrar nesse projeto. Eu acho que tem tudo para 2020 ser uma das maiores edições do Mossoró Cidade Junina e com a participação dos maiores patrocinadores do Brasil que nós vamos fazer a captação para melhorar mais ainda esse evento e fazer dele o maior São João do Brasil.”, pontuou.

Comentários

comentário(s)

RN 360º - Seu portal de notícias.

Mais em Mossoró

Subir