quinta-feira, agosto 13, 2020

Covid-19: 9 países já testam vacinas em humanos e 3 já estão na etapa final

Reino Unido, China e Estados Unidos lideram na corrida por uma imunização para o coronavírus Sars-Cov-2; Há 164 pesquisas em desenvolvimento, segundo a OMS.
More

    Últimas Notícias

    Quadro definido em Grossos

    Coluna RN em Tópicos por Gomes Sobrinho São três as pré-candidaturas que novamente vão às ruas. Pelo lado...

    Felipe Guerra e as eleições 2020

    Coluna RN em Tópicos por Gomes Sobrinho Tenho lido ultimamente em muitos blogs e portais de notícias, assuntos...

    Prefeito de Tibau se reúne com o ministro Rogério Marinho

    O prefeito Josinaldo Marcos de Souza (PSDB), “Naldinho”, do município de Tibau, se encontra desde ontem, 4, em Brasília, onde esteve em...

    PT ENTREGA OS PONTOS

    Coluna RN em Tópicos por Gomes Sobrinho As eleições municipais na capital do Rio Grande do Norte mostrou o...

    Ex-prefeito Júnior Gurgel ressurge como opção à Prefeitura de Caraúbas e convoca lideranças a não serem “enterradas vivas”

    Por Gilberto de Sousa

    Após a ex-candidata a prefeita em Caraúbas, Carol Fernandes(PR) renunciar através de redes sociais à condição de pré-candidata às eleições deste ano na oposição, o ex-prefeito, jornalista Júnior Gurgel, em pleno calor carnavalesco, anunciou sua pré-candidatura ao Executivo caraubense.

    Ele fez um desabafo ao afirmar que lhe puxaram o tapete em 2016 quando chegou a unir o MDB em torno do seu nome, mas acabou sendo tragado pela política obscura que permeia Caraúbas desde 2004, uma nuvem negra que, segundo ele, talvez tenha sido o motivo que resultou na renuncia de Carol.

    “Finalmente aconteceu o que nós havíamos previsto: Carol Fernandes renunciou. Talvez tenha sido vítima de toda essa política obscura que permeia Caraúbas e está como uma nuvem negra cobrindo Caraúbas desde a eleição de 2004”, enfatizou.

    Júnior Gurgel afirmou eu dois grupos se prepararam para se revezar no poder atropelando a todos que estavam pela frente, tentando apagar a história amarga de todos que estiveram a frente do município.

    Ao mesmo tempo convocou lideranças que já estiveram à frente da Prefeitura, para não “serem enterradas vivas”, se referindo a forma côo tentam apagar o passado administrativo daqueles que fizeram o que puderam quando dirigiam o município.

    “Eu começo convocando Luciano Augusto da Cruz, que foi prefeito, Alcivan Viana, que foi prefeito também no exercício do seu mandato. Raimundo Hélio, que é um grande político em Caraubas, sempre esteve presente e a quem se deve em grande parte da decisão da Ufersa para ir para Caraúbas.”

    E seguiu: “Quero convocar Ivanildo do Gás, Ivanildo que foi vice-prefeito. Todos aqueles que se sentem realmente enterrados vivos por dois grupos que manipulam isso aí. Por um lado um grupo que controla uma rede social, que elege um candidato que é da preferência dele porque ele dá condições, e por outro lado, aqueles que recebem da prefeitura para fazer isso.”

    “Eu quero dizer a Caraubas que eu Júnior Gurgel, vou ser candidato a prefeito nestas eleições agora. A campanha de 2016 não terminou, puxaram meu tapete quando eu estava com plenas possibilidades de vencer o pleito. Convocaram-me, me tiraram do Rio de Janeiro, onde eu trabalhava profissionalmente lá, me levaram para Caraúbas, eu uni todo MDB, uni o partido e por trás ficaram estimulando uma candidatura de Novinho Praxedes para me desestabilizar.”

    Frisou que na época, se rendeu às evidências porque não desejava aquela disputa interna, pois sabia que não chegaria a lugar nenhum. “Eu iria repetir o que aconteceu no ano de 2000 quando se dividiu a oposição, eu fiquei de um lado e Wilson Amorim do outro. Eu passei para Novinho Praxedes, depois ele renunciou e passaram a bola para Carol Fernandes, porque há muito tempo já estavam de olho naquilo, queriam apenas que se reunissem todos porque todos estavam desperdiçados”.

    Junior Gurgel aproveitou para elogiar a gestão de Ademar Ferreira, ao citar que ele deveria ter tido sua liderança respeitada. Deveria, enfatizou, haver um comparativo da sua gestão com a dos irmãos Alves, ao lembrar que uma reeleição é um ato plebiscitário. “É você dizer se concorda ou não com uma gestão”.

    E reafirmou: “Eu convoco Luciano Augusto da Cruz, Alcivan Viana, Ademar, Ivanildo do Gás, todos aqueles que estiveram na linha de frente do Executivo, para que não nos deixem sermos enterrados vivos, nós fizemos o que pudemos quando fomos prefeitos dessa cidade, e parece que a cidade foi refundada depois de 2004, não existe mais passado, depois de mais de 100 anos, só o desejo de duas lideranças políticas, um ex-prefeito que está apoiando seu irmão, não é candidato porque não pode, a lei não permite. E do outro lado, alguém que teve oportunidade de ser prefeito e nunca quis, quis sempre manobrar nos bastidores e levar a melhor para si, ganhar em qualquer circunstância”.

    Carol renuncia a condição de pré-candidata pelas redes sociais

    Carol Fernandes (Foto: Reprodução)

    “Quando os seus talentos encontram as necessidades do mundo, ali está a sua vocação.” Foi refletindo nesta frase de Aristóteles, que pude ter a certeza que meu destino, sem dúvidas, é ajudar Caraúbas!

    É tentar, usando os recursos que tenho, mover passo a passo, nossa região em direção ao seu desenvolvimento. Nos últimos 04 anos, independentemente do resultado das urnas, perseguições e armações, da politicagem vergonhosa da nossa região, eu e meu marido, seguimos contribuindo com nossos irmãos caraubenses. Continuamos buscando melhorias pro homem do campo, para quem precisa de ajuda na saúde, esporte e em várias outras esferas”.

    Foi se expressando dessa forma que a líder oposicionista Carol Fernandes anunciou que estaria se retirando do jogo político sucessório em Caraúbas.

    Ela usou as redes sociais para dizer que a política de Caraúbas se tornou um “vale tudo” grandioso na disputa entre Carol e Juninho Alves e que essa batalha não seria vantajosa para ninguém, muito menos para a cidade.

    “Aprendi com Bíblia que: “Tudo que fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens” (Col. 3:23). E foi justamente por ter meus princípios de vida firmados nos ensinamentos Cristãos, que sofri, estranhei, me decepcionei tanto com o sistema político de nossa cidade”.

    “É justamente por isso que hoje, me dirijo a vocês com a cabeça erguida, e sempre olhando pra frente, sem apegos à cargos ou vaidades. Refleti, ouvi minha família e amigos e para manter minha integridade, honra, ética eu defini que não serei candidata à Prefeitura de Caraúbas na próxima eleição. Aos milhares de amigos que tenho na minha cidade, saibam que eu e minha casa sempre estaremos de portas abertas.

    À Caraúbas, todo o meu amor e esperança de que dias melhores virão para nossa terra das Caraubeiras. Um forte abraço e que Deus nos abençoe!”, ressaltou.

    Últimas Notícias

    Quadro definido em Grossos

    Coluna RN em Tópicos por Gomes Sobrinho São três as pré-candidaturas que novamente vão às ruas. Pelo lado...

    Felipe Guerra e as eleições 2020

    Coluna RN em Tópicos por Gomes Sobrinho Tenho lido ultimamente em muitos blogs e portais de notícias, assuntos...

    Prefeito de Tibau se reúne com o ministro Rogério Marinho

    O prefeito Josinaldo Marcos de Souza (PSDB), “Naldinho”, do município de Tibau, se encontra desde ontem, 4, em Brasília, onde esteve em...

    Veja Também

    Quadro definido em Grossos

    Coluna RN em Tópicos por Gomes Sobrinho São três as pré-candidaturas que novamente vão às ruas. Pelo lado...

    Felipe Guerra e as eleições 2020

    Coluna RN em Tópicos por Gomes Sobrinho Tenho lido ultimamente em muitos blogs e portais de notícias, assuntos...

    Prefeito de Tibau se reúne com o ministro Rogério Marinho

    O prefeito Josinaldo Marcos de Souza (PSDB), “Naldinho”, do município de Tibau, se encontra desde ontem, 4, em Brasília, onde esteve em...