sexta-feira, janeiro 22, 2021

Médico prevê EUA com 3 mil mortes diárias por Covid: ‘Um 11 de setembro por dia’

Com constantes recordes de hospitalizações, casos e mortes diárias, os Estados Unidos se aproximam de 3 mil mortes diárias pela Covid-19. O recente aumento nas...
More

    Últimas Notícias

    Projeto Viva Rio Branco retorna neste domingo

    A Prefeitura de Mossoró retomará neste domingo (10) o Projeto Viva Rio Branco, no perímetro do Corredor Cultural. A área será interditada pelo Departamento de Trânsito, das 16h às 19h. Entretanto, atividades que promovam aglomeração, como dança coletiva, continuam suspensas em razão da pandemia de Covid-19.

    Historicamente, a ação era suspensa no mês de janeiro por causa das férias e viagens ao litoral. Contudo, o prefeito Alysson Bezerra decidiu que a gestão municipal prestigiará quem fica na cidade e quer praticar atividade física ao ar livre, em área segura, sem concorrer com carros e motos em via pública.

    “Determinamos o retorno da interdição na Avenida Rio Branco, aos domingos, para dar mais segurança e tranquilidade a quem deseja caminhar, correr, passear de bicicleta, de patins e praticar outras atividades em via livre”, disse o prefeito.

    O secretário municipal de Esportes, Júnior Xavier, ressalta a importância da iniciativa. “Isso mostra a prioridade que o esporte terá na nova gestão”, destacou, ao agradecer o apoio dos agentes de trânsito para o retorno do projeto.

    O Viva Rio Branco foi suspenso ainda no ano passado. No domingo de 27 de dezembro, o perímetro do Corredor Cultural já não foi mais interditado. O retorno ainda em janeiro é uma novidade, portanto.

    Pós-pandemia

    Ao mesmo tempo que retoma o projeto, a Secretaria de Esportes iniciou planejamento para o pós-pandemia. O intuito é voltar com o Viva Rio Branco completo e ainda mais diversificado. Uma das novidades será a extensão para bairros e comunidades rurais.

    “Está sendo feito um planejamento para o pós-pandemia para voltarmos com outras ações”, adianta Allyson Bezerra. Haverá, segundo ele, parceria com as secretarias de Saúde, Educação, Cultura e iniciativa privada, pois é forte a participação das universidades no projeto.

    Por Edinaldo Moreno (Secom/PMM)

    Últimas Notícias

    Veja Também