quarta-feira, abril 14, 2021

Sem lockdown, chegaremos a 5 mil mortes diárias no fim de abril, diz pesquisador da Fiocruz

Coordenador do Observatório Covid-19 da Fiocruz, o professor Carlos Machado é um especialista em grandes desastres na área da saúde. Há mais de 20...
More

    Últimas Notícias

    ‘Sem voto impresso em 2022, vamos ter problema pior que os EUA’, diz Bolsonaro

    O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o voto impresso nas eleições 2022 nesta quinta-feira (7). “Basicamente, qual foi o problema, a causa dessa crise toda? Falta de confiança no voto. Lá o pessoal votou e potencializaram o voto pelos correios por causa da tal da pandemia e houve gente que votou três, quatros vezes. Mortos votaram. Foi uma festa lá “, afirmou, a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. “Se nós não tivermos o voto impresso em 22, uma maneira de auditar o voto, nós vamos ter problema pior que os Estados Unidos”, disse.

    A declaração ocorre um dia depois da invasão do Congresso dos EUA por simpatizantes do presidente Donald Trump onde quatro pessoas morreram e 52 foram presas. Nesta madrugada, o Congresso americano confirmou a vitória do democrata Joe Biden na eleição presidencial.

    No Brasil, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcoumbre (DEM-AP), se manifestaram sobre o episódio. “Fica cada vez mais claro que o único caminho é a democracia, com diálogo e respeitando a Constituição”, disse Maia. Já Alcolumbre contestou o ato em Washington: “tentativa clara de insurreição e de desprezo ao resultado das eleições”.

    Gazeta do Povo

    Últimas Notícias

     


    Veja Também