quarta-feira, abril 14, 2021

Sem lockdown, chegaremos a 5 mil mortes diárias no fim de abril, diz pesquisador da Fiocruz

Coordenador do Observatório Covid-19 da Fiocruz, o professor Carlos Machado é um especialista em grandes desastres na área da saúde. Há mais de 20...
More

    Últimas Notícias

    Dos 167 municípios do RN, 11 não registram mortes por Covid-19 desde o início da pandemia

    Após mais de um ano de pandemia, cerca de 6,5% dos municípios potiguares não tiveram nenhum óbito confirmado. Outras 14 cidades tiveram uma morte.

    O Rio Grande do Norte ultrapassou as 4,6 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, que completou um ano em março. Na contramão disso, no entanto, 11 dos 167 municípios do estado não contribuíram com esse dado ao não registrar nenhuma morte pela doença durante todo esse período.

    Os números estão na edição mais recente do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), que saiu na segunda-feira (5). Os municípios, que representam 6,5% do total de cidades do RN, são:

    • Bodó
    • Frutuoso Gomes
    • Galinhos
    • Jardim de Angicos
    • Lucrécia
    • Pedra Preta
    • Riacho de Santana
    • Santana do Seridó
    • São José do Seridó
    • Timbaúba dos Batistas
    • Vila Flor

    Duas dessas cidades, no entanto, atualmente têm óbitos em investigação, que podem ou não confirmar a causa da morte por Covid-19.

    Lucrécia tem uma morte sendo investigada e Timbaúba dos Batistas tem três. Assim, os dois municípios podem sair dessa lista, caso haja confirmação de vítimas da doença.

    Em comum, todos os 11 municípios têm uma população menor que 5 mil habitantes, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2020. Com a população de 4.665 habitantes, a maior entre as 11 cidades, São José do Seridó é também a que mais registrou casos desde o início da pandemia: 376.

    Outros dois municípios dessa lista tiveram tamanho aumento na transmissão da doença, que registraram mais casos de Covid-19 em apenas três meses de 2021 do que em todo o ano de 2020. Pedra Preta tinha 16 casos confirmados em dezembro do ano passado. Agora, são 94. Já Lucrécia tinha 120 e subiu para 302.

    Outros 14 municípios, por sua vez, registraram uma morte cada por Covid-19 desde o início da pandemia: Equador, Francisco Dantas, Japi, João Dias, Marcelino Vieira, Monte das Gameleiras, Ouro Branco, Passa e Fica, Pedra Grande, Rafael Godeiro, Ruy Barbosa, São Bento do Norte, Serra de São Bento, Tenente Laurentino Cruz.

    Natal é cidade com mais mortes

    A capital Natal, que tem população estimada em 890 mil habitantes, é a cidade com o maior número de mortes desde o início da pandemia: 1.858. Ela é a única do estado com mais de 500 vítimas pela doença e é a 20ª do país com mais mortes, em números absolutos.

    Hospital de Campanha de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
    Hospital de Campanha de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

    Além de Natal, outras seis cidades registraram 100 ou mais mortes por Covid-19 desde o início da pandemia:

    • Mossoró: 364
    • Parnamirim: 351
    • São Gonçalo do Amarante: 150
    • Macaíba: 117
    • Assú: 108
    • Caicó: 100

    Situação no estado

    O Rio Grande do Norte teve em março o mês com mais mortes confirmadas por Covid-19 desde o início da pandemia: foram 922. O recorde anterior havia sido registrado em julho, com 767. O mês também foi o que mais pessoas morreram à espera de um leito crítico. Pelo menos 172 pessoas não conseguiram ser transferidas para uma UTI devido a alta taxa de ocupação em todo o estado.

    Desde o dia 1º de março, que a taxa de ocupação de leitos críticos em todo o Rio Grande do Norte está acima de 90%, segundo dados do Regula RN.

    G1-RN

    Últimas Notícias

     


    Veja Também