quinta-feira, agosto 5, 2021

Brasil terá terceira onda de Covid no inverno e 751 mil mortos até setembro se não acelerar vacinação, diz estudo

O Brasil registrou queda de 19% na média móvel de mortes por Covid-19 nas duas últimas semanas. Em 18 das 27 unidades de federação,...
More

    Últimas Notícias

    Família ‘Pio de Morais’ faz história na política de Governador Dix-sept Rosado

    Em 1972, ainda muito jovem, Ismar Pio de Morais se elegeu vereador pela primeira vez em Governador Dix-sept Rosado e daí passou 24 anos integrando o poder legislativo local, de forma ininterrupta. Leve-se em conta 2 mandatos de 6 anos. Prova de que trabalhou em prol do povo. Em 1996, decidiu que não mais seria candidato, mas sem deixar que seu nome e da família, da qual o genitor, que ainda vive, se ausentasse da cena. E o filho mais jovem, herdou o compromisso, pois corria nas suas veias o sangue da política. Passo a falar de Dário Pio. E este não decepcionou. Desenvolveu mais 5 passagens pela câmara Municipal, somando então 44 anos. Mas, não pára por aí pois, impossibilitado juridicamente de sair à busca de reeleição, por problemas comuns, do dia a dia, eis que se acha em cena, na atualidade, o Denner Pio, pela segunda vez autorizado pelo povo a representá-lo no parlamento municipal. Faz história de 50 anos de um clã familiar/político, sempre em defesa dos mais necessitados de voz. Tem sua estada na Casa do Povo, sempre bem avaliada e não só por seus eleitores, mas de contrários também.

    Ismar Pio, Dário Pio e Denner Pio (Imagens: Reprodução).

    DENNER PIO

    Em segundo mandato, vereador preocupado com o seu município e, tem sempre apresentado projetos na Câmara de Vereadores, a virem beneficiar a população dix-septiense. Atua destacadamente. Sempre em interação com seus munícipes. É consciente da responsabilidade, isto adquirida ao longo dos tempos, ao acompanhar o trilhar da família na terra de São Sebastião. Resultado disso é que não encontram obstáculos em serem eleitos.

    ’LUARA DE ZÉ EMÍDIO’

    E por falar em político comprometido, lá em Governador, quero aqui ressaltar o bom trabalho que faz a jovem parlamentar em seu primeiro mandato, ‘Luara de Zé Emídio’. Com habilidade vem conduzindo o legislativo municipal. Sem arestas com os pares e, pelo contrário, a manutenção de boa convivência. Imprescindível a qualquer gestor. Herda do pai, o trato ao próximo, boa conversa, debate saudável até possível solução aos problemas. Assim seja.

    THALIS DA PEDRA

    Outro jovem parlamentar que compõe aquele parlamento municipal. Atua muito bem. É uma Câmara onde não se escutam ruídos de problemas, por parte do quadro que a forma. Tem vereadores novos e decanos, todos comprometidos com o que lhe foi outorgado pelo povo. E Thalis, também a herdar do pai o desempenhar de brilhante papel, o de legislar, com seriedade. Aqui bem pertinho a apenas 32 quilômetros, muita honestidade.

    CHAGAS CRUZ

     Salvo o engano, ele cumpre seu 4º mandato de forma consecutiva. Da comunidade rural do Arapuá. Tornou-se professor e a seguir a confiança do povo para representá-lo na Câmara de Vereadores. Sua reeleição se dá por que retribui com trabalho, os anseios populares. Não é de família com tradicionalismo político mas, tem se consolidado como forte liderança em meio a tantos nomes fortes do cotidiano local.

    CÂMARA MUNICIPAL

    De sorte que a Câmara de Vereadores de Governador Dix-sept Rosado conta atualmente com uma bancada parlamentar de bastante equilíbrio. Situação e oposição se entendendo no que se põe a atuar com respeito e fiscalizar a coisa pública, conforme lhes foi solicitado pelo eleitor através do voto. Pares conhecedores do assunto chamado a legislar. Citar aqui entre outros o Adonias Melo, a Maristela, a somar-se em objetivos comuns, ou seja, o bem do povo.

    GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO

    Um dos maiores em extensão territorial no Estado. Cortado ao meio pela RN 117, trecho importante e escoadouro de produção a render dividendos econômicos importantes. Grande rota de passageiros entre o litoral e a Paraíba/ eixo sul do País. Porção de terra altamente propícia ao cultivo do alho, em tempos passados uma das principais fontes de renda. De lamentar isto não acontecer mais nos dias de hoje e chamar a atenção dos poderes públicos.  

    OUTRAS RENDAS

    A resultante da produção da Cal, produzido a partir de camadas de pedras calcáreas ainda existentes naquela região. E quem trafega pela RN 117, ainda enxerga caieiras, algumas desativadas e outras ainda em plena atividade na produção do produto, de vital uso na construção civil. Demanda grande uso da mão de obra, com geração de renda. Muitas fora de uso por falta de incentivo fiscal e outras situações.

    GESTÃO ‘ANTÔNIO BOLOTA’

    Eleito à livre vontade das massas populares, principalmente as camadas mais pobres, que acreditaram ter vez/voz e ainda uma região com seus potenciais aproveitados às custas de investimentos. Um sonho não tornado realidade. A gestão esvaiu-se de certa forma que, após 4 anos de mandato, o prefeito foi substituído e, simplesmente sua passagem pelo poder não chega a deixar saudades. Foram erros ainda sendo estudados.

    GESTÃO ARTHUR VALE

    A bem da verdade, são pouco mais de 5 meses de administração e, sequer impossível um raio X completo do que se traduz o atual mandato. Um município recebido em completo estado de sucateamento. Acrescente-se a isto problemas de ordem pessoal a ter no meio o atual gestor como pontífice e que, desta forma o município continua no padecimento. Literalmente parado no tempo é como se acha Governador Dix-sept Rosado nos dias atuais.

    O MOMENTO

    Somos sabedores dos dias difíceis pelos quais passa o mundo. Estamos em meio a uma pandemia. Mas, ao bem da verdade, a nova gestão, está na hora de dizer a que veio. O que se conhece até agora é sobre as determinações centralizadoras do administrador local, a ditar e somente isto. O município então sob uma trava, impedida de caminhar. Mas, a esperança é a última que morre para os dix-septienses a vislumbrar tempos melhores. Que venham.

    FEIRA TRADICIONAL

    Foto: Reprodução

    A de São Sebastião, nos dias de domingo e a se perpetuar como das mais antigas do Estado do Rio Grande do Norte. A ter espaço no centro da cidade de Governador Dix-sept Rosado – parte externa do Mercado Público Central. Área livre para compra e venda de produtos, seja de qual natureza for e que atrai pessoas não só do município mas, de toda a região do médio oeste. Onde de tudo tem um pouco. E desta forma ela se traduz como fonte de renda para centenas de chefes de família. Assim dispondo, aquele espaço desafia a atenção da gestão pública municipal e, até estadual, se for o caso, no sentido de incrementar recursos a fim de que ela se torne mais acessível – seus produtos de comercialização -, e chamariz para outras regiões. Pelas peculiaridades que mantém, a tem como ponto turístico. Nada mais aprazível do que visitar a feira de São Sebastião em Governador Dix-sept Rosado aos domingos pela manhã e usufruir das iguarias, da arte popular produzida de improviso pelo simples homem do campo. Que as autoridades públicas despertem para tão esplêndido espetáculo popular. Dinheiro tem.

    Últimas Notícias

     


    Veja Também