domingo, junho 13, 2021

Brasil terá terceira onda de Covid no inverno e 751 mil mortos até setembro se não acelerar vacinação, diz estudo

O Brasil registrou queda de 19% na média móvel de mortes por Covid-19 nas duas últimas semanas. Em 18 das 27 unidades de federação,...
More

    Últimas Notícias

    Os avanços nas discussões entre Allyson e o Sindiserpum

    Imagem:Secom/PMM

    Mesmo em diálogo e discussão das principais demandas dos servidores, o Sindicato dos Servidores Públicos de Mossoró (SINDISERPUM) buscará em assembleia virtual nesta terça-feira (8) a possibilidade de uma parada de advertência. A presidente do sindicato, Elite Vieira, alega haver “falta de respeito” com o servidor e que “é preciso sair desta reunião com alguma coisa definida” com as demandas específicas não detalhadas no site do sindicato.

    No segundo ano da pandemia, este é o primeiro onde os servidores municipais começaram a ter suas demandas atendidas. Até o ano passado, os salários estavam em atraso. O pagamento, em alguns casos, era feito sem o acréscimo das gratificações, gerando uma sensação de que estava sendo pago em dia. O Sindiserpum evita maiores confrontos com a ex-prefeita Rosalba Ciarlini, que não recebeu a categoria por três anos e não concedeu reajustes. Encerrou seu mandato sem qualquer proposta para os servidores municipais.
    Mesmo assim, o sindicato argumentou que “diálogo sem ações concretas não resolve os muitos problemas dos servidores públicos municipais”. No entanto, os diálogos, a atualização dos salários e o cronograma de pagamento são parte das ações concretas. Todos os adicionais dos servidores estão sendo pagos e tudo isso foi esclarecido nos três encontros que os sindicalistas tiveram com o prefeito nos primeiros meses deste ano.

    O prefeito Allyson Bezerra disse em entrevista que “sempre esteve aberto ao diálogo com o sindicato”, o que ocorreu nas três ocasiões. Allyson, também ex-dirigente sindical, entende a necessidade destes encontros e dos acordos. O Sindiserpum, em meio à pandemia, está tendo a possibilidade de ver avançar suas principais mudanças, inclusive em encontros com os secretários nas mais diversas secretarias do Município.

    “Temos conversado muito com o sindicato e atendido demandas mesmo com a queda de recursos e e em meio à pandemia, que impõe limitações”, explicou o prefeito. Principalmente, quanto à lei 173, do ano passado, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus e impede realizar qualquer aumento de despesa com pessoal.

    Últimas Notícias

     


    Veja Também