quinta-feira, agosto 5, 2021

Brasil terá terceira onda de Covid no inverno e 751 mil mortos até setembro se não acelerar vacinação, diz estudo

O Brasil registrou queda de 19% na média móvel de mortes por Covid-19 nas duas últimas semanas. Em 18 das 27 unidades de federação,...
More

    Últimas Notícias

    Piora a cada dia a situação da família Alves no RN

    O rompimento está consolidado entre os primos, quase irmãos, Garibaldi Alves Filho e o ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves (MDB). Na verdade já é fato e, o grupo, considerado uma das maiores oligarquias políticas no Estado, passa a não mais existir. Em conversa do ex-ministro, ex-governador e senador Garibaldi com Henrique – por 11 vezes ocupante de uma vaga no Congresso Nacional e presidente daquela instituição por 2 anos, além de Presidente da República, de forma interina, por 1 dia -, disse que quando Aluízio Alves era vivo, dedicava ao filho (Henrique) a herança de seu projeto político. De forma que o de Garibaldi, agora, é em torno de Walter, atualmente com mandato na Baixa Câmara do País. Daí portanto, o poderoso clã político partidário potiguar, se vê nos dias atuais, dividido em três partes, a se conhecer: por um lado Garibaldi e Walter; em outro o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT), com grande potencial de líder; e n’outro, Henrique Alves a ensaiar sua volta ao tatame da disputa eleitoral. A partir de então passam a conviver se utilizando da máxima popular “salve-se quem puder”.

       

    Foto: Reprodução

    EZEQUIEL FERREIRA

    Como um bom samaritano, continua calado só escutando o ruído da política nos seus intramuros. Mantém imensa vontade de ser Senador da República. No entanto, anuncia sua postulação como candidato a deputado estadual. Seguindo assim, promete apoio a Rogério Marinho, também ligado ao PSDB e a sonhar com um aceno na Alta Câmara em Brasília. Vem nessa batalha há algum tempo mas, os ventos não tem colaborado para ele alçar vôo.

    À ESPREITA

    E Ezequiel Ferreira, presidente da Assembleia Legislativa do RN, com o poderio político ao dispor, permanece trabalhando nos bastidores, já que ele sabe de todas as conversas que aconteceram. À maneira mineira, deve-se dizer: “se o cavalo passar selado manto e vou firme na disputa”. E ninguém se engane pois, disposição o parlamentar estadual tem de sobra para isto. Se sair candidato ao senado, não será surpresa. Aguardem.

    ROGÉRIO MARINHO

    Sempre dizendo que não será problema para o presidente da república, Jair Bolsonaro, no RN. Ou seja, se o chefe da nação achar que ele não deve ser candidato a senador, nada a reclamar ao seu líder maior. De forma que dois ministros de Estado, um candidato ao senado e outro ao Governo, em nada vão somar a um sistema que já se encontra, há muito tempo, em profundo processo de fragmentação. Não tá fácil.

    FERVURA

    Mais uma vez cito Ezequiel Ferreira que, perdurando este imbróglio, só vem a sobrar espaço para ele ser o nome indicado à chapa de senador, nas eleições de 2022. À medida que o tempo vai passando, cresce a fervura política no Estado do Rio Grande do Norte. E nós, de cá, de certa forma meio leigos, sem entender muito aonde isto vai chegar. A cada dia, uma situação diferente. Nos resta continuar assistindo o desdobrar dos fatos.

    FERNANDO MINEIRO

    Do PT, Secretário de Assuntos Estratégicos do Governo Fátima Bezerra, esteve em Mossoró nesta quinta-feira, 10 de junho, para averiguar as obras do Hospital da Mulher. Algo novo aí, a presença da ex-deputada e ex-vereadora Sandra Rosado (PSDB) representando Larissa Rosado (PSDB) e parlamentar municipal. Em assim dizer ‘algo novo’ por que até poucos meses atrás, o sistema de comunicação do grupo ‘sandrista’ tecia críticas fortes à atual gestão do RN.

    CONVERSAS

    É claro o saber de que no período eleitoral de 2020, a governadora Fátima Bezerra e a deputada Sandra Rosado andaram conversando e, a pauta, já o pleito de 2022. Seria uma espécie de afinamento de opiniões, ideias. Leve-se em consideração que o grupo liderado pela ex-deputada federal e o da ex-prefeita Rosalba Ciarline, fragorosamente derrotada nas urnas em 2020, já não se entendem mais. E isto não é de agora.

    VELHA GUARDA

    Os políticos do Rio Grande do Norte, em especial a ‘velha guarda’, que na verdade ainda são donos de muitos coeficientes eleitorais e detém com isto muitos mandatos, continuam com o mesmo pensamento que a política tem que ser feita somente pensando em quem usufrui de influência na capital. Eu acho isto um erro estonteante pois, o interior também está ficando muito forte em termos de liderança.

    O NOVO

    Há de se pensar no que existe de novo, como foi agora a eleição de um prefeito oriundo da zona rural de Mossoró, que derrotou uma oligarquia há mais de 70 anos no poder. A urbanidade política de Natal, precisa entender que Mossoró é a segunda maior cidade do Estado que conta com potencial político. Estes arcaicos na arte de politizar, devem deixar o ‘bairrismo’ de lado. O oeste do RN, a partir de território mossoroense, já decidiu embates políticos importantes.

    LAWRENCE AMORIM

    O presidente da Câmara Municipal de Mossoró (CMM), começa a montar a sua equipe com vistas às eleições de 2022. Tem evitado falar a respeito de qual cargo irá disputar no próximo pleito mas, pelo andar da carruagem, será mesmo candidato a deputado federal pelo Partido Solidariedade (SD). O legislador mossoroense refaz o caminho percorrido em 2018 e agora, bem mais arregimentado por conta de ações destacadas da parte dele.  

    SUPLENTE

    Foi contemplado com expressiva votação a garanti-lo como 1º suplente de Deputado Federal. Só em Mossoró, mais de 10 mil eleitores foram às urnas sufragar confiança em Lawrence Amorim. Tem histórico de serviços públicos deixados e bem avaliados no município de Almino Afonso, onde foi prefeito por 8 anos. Aliado de Allyson Bezerra, deverá ter seu apoio e esperasse o momento oportuno para estes pronunciamentos.

    SALOMÃO GOMES

    Foto: Reprodução

    Prefeito de Felipe Guerra, em seu primeiro mandato e com apenas 5 meses de gestão, mesmo tendo assumido uma cidade destroçada – como ele mesmo disse em sua fala na Câmara Municipal, com quase R$ 8 milhões em dívidas -, vem mostrando que é possível fazer gestão séria também no interior. E é assim que tem agido o prefeito Salomão Gomes, filiado ao PL. Em menos de meio ano de administração, já fez pela saúde pública, o que jamais alguém fez. Implantou serviços essenciais e benefícios à população. Com isto se credencia a ser o maior prefeito da história daquela boa cidade, na região do Médio Oeste do Rio Grande do Norte. É daqueles que trabalham sem fazer alardes e, a respeitar quem lhe confiou o mandato, votando ou não. É perceptível também os trabalhos de Salomão Gomes em outras áreas como a educação com o competentíssimo professor Luiz Agnaldo à frente da referida secretaria. Sem medir distância, o mandato de Salomão tem chegado a todas as regiões rurais e obtido aprovação da população. Portanto, de parabéns o prefeito e toda sua equipe, a nos orgulhar por sermos filhos daquela boa terra.

    Últimas Notícias

     


    Veja Também