quinta-feira, agosto 5, 2021

Brasil terá terceira onda de Covid no inverno e 751 mil mortos até setembro se não acelerar vacinação, diz estudo

O Brasil registrou queda de 19% na média móvel de mortes por Covid-19 nas duas últimas semanas. Em 18 das 27 unidades de federação,...
More

    Últimas Notícias

    Prefeito Allyson Bezerra marca gol de placa com o Mossoró Cidade Junina

    Aconteceu neste sábado, 12 de junho, a abertura do Mossoró Cidade Junina (MCJ), com o tradicional ‘Pingo da Mei Dia’. Um verdadeiro sucesso, a prevalecer o privilégio oferecido aos artistas da terra. Por conta da pandemia do Covid-19, o evento deste ano aconteceu de forma virtual e, assim sendo, as famílias tiveram acesso a partir de suas próprias casas, com comodidade ao gosto de cada um. A começar pela apresentação, não deixou a desejar em nada. Tudo feito com muito cuidado, com vistas também a preservar os integrantes das bandas e organizadores da presença do perigoso coronavírus. Um cenário a dispensar comentários. Tudo inovador, tal qual a gestão que a cidade de Mossoró vem tendo desde os primeiros dias do ano de 2021. Da linha de frente do cerimonial, com o competente Walterlin Lopes, aos apresentadores, todos com camisas de padrões. Muito bonito. Uma festa que já vai deixar saudades e vejam que está apenas em seu primeiro dia. De ser parabenizado o chefe do executivo municipal pelo apoio dado ao marco histórico cultural que é o MCJ. A seguir, um breve relato do que assisti, daqui de onde escrevo esta coluna.  

    Foto: Célio Duarte

    PREFEITO ALLYSON BEZERRA

     A continuar quebrando todos os paradigmas desta cidade, com sua história de pessoa humilde. Jovem de muita determinação e planejamento no que faz. De uma visão política invejável, sempre a enxergar Mossoró bem à frente de seu tempo. Chegou ao teatro Municipal ao meio, recebido com muitos aplausos. Um número reduzido de pessoas por conta do problema da pandemia mas, todos a querer abraçar o gestor. Dentro dos cuidados, tudo foi feito.

    OS ARTISTAS

    A comunidade artística em especial, o recepcionou de forma calorosa, principalmente eles que receberam atenção especial do poder público municipal, neste momento tão danoso pelo qual estão passando. Não fossem os efeitos pandêmicos, este mês, para a categoria, seria de muito trabalho, com apresentação de shows musicais, espetáculos teatrais e outras atividades. Diante desta situação, foram contemplados com auxílio financeiro.

    ETEVALDO ALMEIDA

    Secretário de Cultura de Mossoró, responsável junto com sua equipe, pelo espetáculo virtual oferecido aos mossoroenses, na companhia do prefeito Allyson Bezerra deu por inaugurado o MCJ 2021 e, em breve discurso, disse da satisfação em, naquele momento se achar proporcionando ao povo, tamanho acontecimento. Algo inovador na cidade, aquela festa virtual. Mas, já a contar com uma próxima edição, em 2022, presencialmente.

    A FALA DO SECRETÁRIO

    Expressou seu deleite em ter podido colaborar com a classe artista, da maneira como vem sendo, neste momento pelo qual todos passam por grandes  dificuldades de ordem financeira. Sobre o MCJ, declarou ainda acerca da responsabilidade em mantê-lo em evidência e para tanto, o engajamento do poder público municipal, a fim de que tudo seja realizado da melhor forma possível em detrimento da alegria e bem estar das pessoas.

    NILSON VIANA

    Abriu a programação de shows do ‘Pingo da Mei Dia’. Com seu jeito irreverente, cantou para o público virtual não só de Mossoró mas do mundo inteiro. Muita animação dele e sua banda de músicos que, com certeza agradaram a todos que esperavam uma grande festa. Abriu breve intervalo para falar e homenagear ‘Cezão do Forró’, recentemente falecido por conta do Covid -19. Participou por alguns anos deste importante evento.

    BETH E JAMIL

    Segunda banda que se apresentou no ‘Pingo da Mei Dia’. Dupla sertaneja  genuinamente mossoroense. De igual, levou animação para o público assistente. Sucesso contagiante a todos os amantes do MCJ e que se deleitaram em divertir-se, participar este ano, sem aglomeração, dentro de suas próprias residências. Tudo pela preservação da vida. Vivemos momentos difíceis. No entanto, este tipo de lazer chega a nos reaquecer. Importante.

    ANDRÉ LUVI

    O terceiro a subir ao palco do ‘Pingo da Mei Dia’. Trouxe energia contagiante. Era como se estivesse em uma praça pública, no meio do povo. Integrante da boa safra de artistas mossoroenses, sucesso por onde passa. Do lugar em que assisti aos shows, confesso ter ficado surpreso com a performance de todos. Nosso município tem talentos por demais e, a não faltar incentivo, reconhecimento por parte da gestão, serão alçados ao mundo.

    JOÃO NETO PEGADÃO

    O quarto a apresentar-se no ‘Pingo da Mei Dia’. Jovem talentoso, com histórico de muitos anos no caminho forrozeiro, rodando por este Brasil afora. E neste período do ano, sempre foi presença marcante e certa em todos os eventos juninos a terem endereço nas maiores cidades do Nordeste. Diante desta situação de pandemia, ele e sua equipe de músicos, bem como outras bandas do mesmo ramo artístico se encontram em repouso. Voltam aos palcos em breve.

    JOÃO NETO PEGADÃO II

    Transferiu, pelo menos temporariamente, dos palcos e trios elétricos, para uma outra plataforma, a virtual, a sua maneira alegre, extrovertida de cantar e animar aqueles a integrar a nação forrozeira. É prata da ‘Casa de Mossoró’ para o mundo. Registro de passagens suas pelos corredores e auditório/shows do SBT. Também contemplado com a iniciativa do prefeito Allyson Bezerra em incentivar os artistas da terra.        

    OUTROS SÃO JOÕES 

    Eu, ao assistir o ‘Pingo da Mei dia’, mesmo de forma virtual, regresso um pouco ao passado e enxergo João Neto Pegadão em cima do trio com milhares de pessoas ao redor daquele caminhão, pulando, dançando e vibrando. Viajo no tempo até Campina Grande na Paraíba, onde é realizado o maior São João do mundo e lá também o nosso ‘prata da casa’ a alegrar multidões. Mas, a certeza de que em breves dias, ele e seus colegas da arte estarão novamente em cena.  

    GIANNINI ALENCAR

    O último a apresentar-se no ‘Pingo da Mei Dia’. O fez de forma brilhante, encerrando com chave de ouro o imponente evento, mesmo de maneira virtual. Usando um traje semelhante ao de Virgulino Lampião, jogou para a galera festeira, saraivadas de animação. A exemplo dos demais, realizou competentíssimo espetáculo e expõe para o mundo o que o município de Mossoró tem de dotes artísticos.  

    ALLYSON BEZERRA

    Foto: Wilson Moreno

    Do começo ao fim. Foi permanente nas suas andanças acompanhando o passo a passo de sua equipe, a responsabilizada por realizar o ‘Pingo da Mei Dia’, evento inaugural do Mossoró Cidade Junina de 2021. Cada polo onde, se realizava algum ato do brilhante acontecimento, o chefe do executivo se encarregou de visitá-lo, saber e verificar, in loco, se estava tudo a contento, ao merecer do povo. É a forma de administrar Mossoró, empreendida pelo jovem oriundo da zona rural. A se notar que, da mesma maneira que saiu a fiscalizar uma obra de drenagem no recanto mais longínquo da cidade ou ainda, a reconstrução de um logradouro público, o gestor se comportou em relação ao que era erguido em torno de um dos maiores eventos juninos do Nordeste, do mundo. Dizer da magnitude do evento, quando acontece de forma presencial. Tornou-se impossível este ano por motivos a conhecer de todos. Sua realização de forma virtual não deixou nada a desejar. Configurado este sucesso, a gestão pública deve se achar com o dever cumprido e os apaixonados pelo MCJ, a torcer por um 2022 com bem mais atividades e longe de quaisquer sequelas à saúde.

    Últimas Notícias

     


    Veja Também