domingo, junho 13, 2021

Brasil terá terceira onda de Covid no inverno e 751 mil mortos até setembro se não acelerar vacinação, diz estudo

O Brasil registrou queda de 19% na média móvel de mortes por Covid-19 nas duas últimas semanas. Em 18 das 27 unidades de federação,...
More

    Últimas Notícias

    Quais os próximos passos de Lawrence Amorim?

    O presidente da Câmara de Mossoró segue em evidência após uma semana da disputa da Fecam. Quais as lições deixadas da disputa em que foi derrotado por Paulinho Freire e em que implicam para suas pretensões políticas para o ano que vem?

    Por William Robson – Opinião

    Praticamente uma semana depois das eleições para a escolha do presidente da Federação das Câmaras Municipais do RN, o presidente da Câmara de Mossoró, Lawrence Amorim (Solidariedade), segue em evidência. O desafio do vereador em alcançar a presidência da entidade esbarrava no poderio arregimentado pelo vereador Paulinho  Freire, vencedor do pleito. E, como informado pelo jornalista Carlos Santos, o embate não deixou sequelas, nem necessariamente derrotados. Pelo contrário, delimitou e ampliou espaços que o parlamentar mossoroense vem construindo já há algum tempo.

    Lawrence tem se colocado como opção para a Câmara Federal no ano que vem. Ele não esconde e todos sabem disso. Tem se gabaritado para isso. Nas eleições de 2018 alcançou a suplência para deputado federal. Logo em seguida, subiu outros degraus, como a eleição para vereador em 2020, quando obteve 1.739 votos. Antes de assumir a cadeira na Câmara Municipal, costurou acordo, transformando-se em presidente da Casa por unanimidade. Ou seja, Lawrence foi pavimentando seu caminho e suas intenções.

    Nas eleições da Fecam, o vereador mossoroense perdeu para o presidente da Câmara de Natal por 108 votos a 42. Em conversa com o site WILLIAM ROBSON, reconheceu que não teria a menor chance diante da estrutura que enfrentou. No entanto, o seu nome foi apresentado, posto em evidência, o que pode repercutir positivamente para as eleições do ano que vem. Se forrem observados os presidentes de Câmara que o apoiaram na disputa da federação, Lawrence já teria um ponto de partida relevante em todas as regiões do Estado.

    Necessário se faz agora aprofundar este mapeamento em termos de apoio, quando ele se coloca como candidato à Câmara Federal no ano que vem. Em meio às incertezas inerentes ao período eleitoral que ainda dista, um clarão certamente se abre com o quadrante que delimitou a partir de sua candidatura à Fecam. Ou seja, Lawrence alcança patamares para além daqueles que apenas o viu no placar da disputa.

    Lawrence, que chegou a ser prefeito de Almino Afonso por duas ocasiões, e agora desloca-se para o parlamento, esmera seu conjunto de experiências políticas. Inclusive, na sessão desta quarta-feira (2), anunciou a sua participação na Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS). Foi um dos 80 selecionados em meio a mil inscritos.

    Página da Folha de S. Paulo que destaca políticos que integram redes de renovação, com imagem do prefeito Allyson Bezerra

    A Raps é uma rede que funciona como uma espécie de consultoria para políticos interessados em disputar eleições municipais, estaduais e federais. Como Lawrence se submeteu, há um processo seletivo e aceita inscrições tanto de novatos, quanto de  quem tem uma carreira política já consolidada. Vale ressaltar que o prefeito Allyson Bezerra é integrante da rede, e chegou a ser destaque no jornal Folha de S. Paulo.

    “Hoje compartilho com vocês a minha felicidade de ser um dos selecionados. Minha escolha, entre mais de mil inscritos, mostra que estamos no caminho certo. Com a minha entrada no programa de líderes RAPS irei me desenvolver cada vez mais como político, para devolver ao povo de Mossoró o voto a mim confiado, respondendo com muito trabalho, ideias inovadoras e sustentáveis”, afirmou durante a sessão.

    E quando afirna que “irá se desenvolver cada vez mais como político”, fica em aberto os projetos que Lawrence guarda na prateleira enquanto vereador e diante de suas pretensões no ano que vem.

    Últimas Notícias

     


    Veja Também