quarta-feira, setembro 22, 2021

Brasil terá terceira onda de Covid no inverno e 751 mil mortos até setembro se não acelerar vacinação, diz estudo

O Brasil registrou queda de 19% na média móvel de mortes por Covid-19 nas duas últimas semanas. Em 18 das 27 unidades de federação,...
More

    Últimas Notícias

    Benes Leocádio fala com a imprensa mossoroense e reafirma que sua pré-candidatura ao Governo do RN é para valer

     O ex-prefeito de Lajes, por 5 vezes e hoje deputado federal, Benes Leocádio, cumpriu extensa agenda em Mossoró nesta quarta-feira, 28. Chegou à cidade ainda cedo e realizou visita ao pastor Miranda, da Igreja Assembléia de Deus (IAD). Estava acompanhado de um grupo de vereadores e, a seguir ao encontro com o líder evangélico, saiu em maratona por emissoras de rádio local, onde concedeu entrevistas. Mostrou-se determinado na sua intenção de sair em disputa ao Governo do Estado nas eleições de 2022 e, vai sim ser forte e responsável oposicionista à atual governadora, professora Fátima Bezerra (PT), até agora um nome forte, tida como imbatível. De acordo com o parlamentar, isto não o intimida nem um pouco. Decidiu por se afastar de sua zona de conforto, isto é, a Câmara dos Deputados e ser um nome que pudesse unir a oposição no RN. Para os próximos dias, já quer mostrar uma nova realidade política eleitoral, uma disputa de igual para igual. E ao meu ver, a atual gestora potiguar não tem muito a mostrar. Apenas que paga salários e de forma meio desorganizada, fracionada. Até agora não passa de 34% das intenções de voto. povo.

    Foto: Reprodução

    COERENTE

    Quando indagado sobre ser candidato de Jair Bolsonaro, não usou meias palavras. De forma enfática disse que é da base de apoio ao Presidente da República. Teceu sobre o fato de 2 ministros serem do RN, um estado pequeno mas que eles têm prestado relevantes serviços não só à terra de origem mas, a todo o País. Destacou Rogério Marinho e o que ele tem feito para que as águas do Rio São Francisco cheguem mais rápido ao Rio Grande do Norte.

    OS 90 PREFEITOS

    É especulado que teria o apoio destes gestores. Pronunciou-se a respeito de que empunha a bandeira do municipalismo e portanto, ver necessário a criação de políticas públicas. Falou  também da façanha de já ter sido gestor público de 5 mandatos em Lajes. Prometeu levar a sua mensagem aos 4 cantos do RN, que precisa de um Governo realmente conhecedor dos problemas e com competência em solucioná-los. É isto o que ele pensa.

    AGENDA CHEIA

    Em Mossoró, aonde chegou por volta das 10hs da manhã, uma agenda lotada de compromissos, conversas com aliados e outros propensos a serem. Já por volta das 21hs, estaria a deslocar-se rumo ao município de Pau dos Ferros, onde pernoitaria e ao amanhecer de quinta-feira, 29, novamente a fincar o pé na estrada. Visitaria alguns municípios do Alto Oeste Potiguar onde, o desconforto com o atual Governo é grande.

    SOLIDARIEDADE

    Ainda de sua passagem por Mossoró, o pré-candidato a governador, Benes Leocádio, esteve na Liga do Câncer, onde tomou ciência de como a mesma atuava nesta região. Depois foi até a Câmara Municipal e lá foi recepcionado pelo presidente da casa, o vereador Lawrence Amorim e outros pares. Classificou sua estadia apenas como ‘visita de cortesia’. Importante dizer que Lawrence Amorim também já foi prefeito 2 vezes. Experiências a compartilhar.

    RENÚNCIA

    Em João Dias, município fincado na região do médio oeste do RN, o prefeito Marcelo Oliveira (PP), eleito para seu primeiro mandato em 15 de novembro de 2020, abdicou do cargo na tarde desta terça-feira, 27 de julho. De acordo com as primeiras informações, ele não estaria suportando a pressão que a população lhe impõe, da mesma forma administrar uma prefeitura somente às custas do pálido Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

    CATADOR DE DINHEIRO

    Nada mais do que isto era o que Marcelo Oliveira vinha se dedicando a fazer, isto é, migalhar moedas para manter a folha de pagamento em dia. Na verdade, vejo isto como prejuízo para o município e para o executivo renúncia. Ele deveria ter analisado a situação, antes de ser o candidato. Evitaria este tipo de constrangimento. Lamentável demais, mas, como vovó já dizia: “Quem não pode com o pote não pega na rodilha”.

    WILTON MONTEIRO

    Elegeu-se prefeito de Rodolfo Fernandes em 2020. Um sonho ser gestor daquele município e repetir o feito do seu pai. Mas, como é um grande empresário no ramo de distribuição de medicamentos e material hospitalar, não conseguiu conciliar a política com os negócios. Primeiramente se afastou do cargo alegando problemas de saúde, por um prazo de 90 dias. No seu retorno ao poder, já trouxe carta de renúncia.

    AGRADECIMENTO

    Pela receptividade que tive por parte de quem trabalha na Secretaria de Saúde, quando da visita que fiz àquela repartição e recebido pela secretária Morgana Dantas e seu subsecretário, o Marcos. Mantivemos uma boa conversa e eu percebi o serviço ali prestado. Uma pasta por demais complicada, pois a demanda é muito grande e nesse momento de pandemia  nem se pode medir a dimensão disto. Mas não vi dificuldades de seus gestores em buscar saídas.

    PONTE DE BOQUEIRÃO

    Um desmando, se assim podemos chamar, a passagem molhada sobre o Rio Apodi em Felipe Guerra. Construída na gestão Hugo Costa e, no decorrer da administração passada, as águas destruíram parte de sua estrutura, deixando em apuros a vida de muitas pessoas que fazem uso dela diariamente. Os motivos pelo qual não foi feita uma reforma, ninguém sabe. Esperamos do prefeito Salomão Gomes, uma solução para o problema. E ele terá. Informações dão conta que um arrojado projeto para uma nova ponte já está sendo elaborado. O deputado federal João Maia, por sua vez, já sinalizou que destinará os recursos. É aguardar.

    EXEMPLO DE GESTÃO

    E o prefeito Salomão Gomes (PR) em seu primeiro mandato, realiza trabalho diferenciado. A ponto de não surgir oposição ao que ora acontece. Na verdade, se constrói ‘contrários’, quando a população é colocada a escanteio. E isto não se acha em vigor naquele pequeno município. Exemplificar aqui com o ‘chute a gol’ dele, no processo de recuperação do Estádio “O Pascoal”, também encontrado em total situação de abandono. Voltaremos ao assunto.    

    MORGANA DANTAS

    Foto: Reprodução

    Em conversa mantida com a titular da pasta de saúde do município de Mossoró, tarde desta quarta-feira, 28, entendi o júbilo dela quando se encaminhava para o Ginásio Pedro Ciarlini para acompanhar de perto os detalhamentos finais nas acomodações sendo feitas naquele local, para que passe a ser usado como centro de vacinação. A abertura ao público está prevista para esta quinta-feira, 29. Será o maior do Estado do Rio Grande do Norte. É mais um grande serviço, graças a determinação do prefeito Allyson Bezerra e seus auxiliares na área de saúde. Também se acham engajados neste projeto, todas as entidades empresariais de Mossoró que, convocados e convidados pela gestão, se colocaram à disposição, em apoiar esta causa. A partir das 8hs da manhã já estará com portões abertos para receber quem precisar tomar a 1ª ou 2ª dose da medicação. Uma extensão ao que é realizado no Ginásio do SESI, mas com capacidade de pessoas atendidas, aumentadas em 50%. Deixar lembrado que o atendimento ao público será das 8hs da manhã até as 16hs. Usem máscaras e álcool gel.

    Últimas Notícias

     


    Veja Também