terça-feira, novembro 30, 2021

4ª ONDA: Diretora da OMS se monstra preocupada com avanço da COVID-19 e carnaval no Brasil

O mundo está entrando em uma quarta onda da pandemia do novo coronavírus. A avaliação é da diretora-geral adjunta de acesso a medicamentos e...
More

    Últimas Notícias

    Câmara obtém garantia de mais água e esgoto para Mossoró

    Em audiência pública, hoje (21), Caern assegura ações em poços, adutoras e esgotamento.

    Audiência pública na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (21), obteve compromisso de melhoria no abastecimento de água e saneamento básico na cidade. Em resposta a cobranças de vereadores e entidades, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) anunciou investimentos em poços, adutoras e esgotamento sanitário.

    O diretor-presidente da Caern, Roberto Sérgio Linhares, confirmou perfuração de dois novos poços, nos bairros Rincão e Aeroporto, e início de operação de poço no bairro Sumaré. Também anunciou esgotamento sanitário para a zona leste da cidade (Alto São Manoel, Liberdade, Planalto 13 de Maio, Ulrick Graff).

    Em relação a adutoras, o superintendente de Empreendimentos da Companhia, Fábio Nyélithon Siqueira, assegurou início de licitação, até o final deste mês, relativa à adutora de Santa Cruz.

    Segundo ele, o sistema trará a Mossoró água de poços no sítio Carrasco, localizado entre Apodi e Felipe Guerra. Siqueira acrescentou futuro aumento de 30% da vazão na adutora Jerônimo Rosado, que abastece 22% da cidade via Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, em Itajá.

    Reivindicações

    Audiência pública sobre abastecimento de água em Mossoró, hoje (21) – Foto: Edilberto Barros

    Proposta pelo presidente Lawrence Amorim (solidariedade), a audiência reuniu diversos segmentos sociais. Conseguiu da Caern garantia de investimento de R$ 20 milhões em Mossoró, este ano.

    Cobrou a companhia quanto ao descumprimento de metas contratuais: universalização do abastecimento até 2011 e do esgotamento até 2015.
    Recomendou que a Caern não faça aos empreendimentos e aos cidadãos de Mossoró qualquer exigência não prevista na lei e no contrato de concessão com o município.

    Presentes à reunião, representantes da construção civil relataram imposição a empresas da compra de bombas, hidrômetros e outros insumos como condicionantes à água para novos empreendimentos imobiliários.

    Vereadores e vereadoras acresceram reclamações de bairros e comunidades rurais quanto à ineficiência no abastecimento; lideranças comunitárias reforçaram pleitos por soluções; demais participantes apresentaram outras necessidades.

    “As demandas pendentes serão oficiadas em documento da Câmara à Caern. Muito positiva a audiência pública. Agradeço a todos e a todas pela contribuição”, diz Lawrence Amorim.

    Últimas Notícias

     


    Veja Também