terça-feira, novembro 30, 2021

4ª ONDA: Diretora da OMS se monstra preocupada com avanço da COVID-19 e carnaval no Brasil

O mundo está entrando em uma quarta onda da pandemia do novo coronavírus. A avaliação é da diretora-geral adjunta de acesso a medicamentos e...
More

    Últimas Notícias

    Governo Federal apoia projeto que permitirá ampliação da capacidade de escoamento da energia elétrica gerada no Rio Grande do Norte

    Ministro Rogério Marinho acompanha, neste sábado (23), em Natal (RN), anúncio para instalação de transformador na Paraíba que possibilitará a medida.

    Brasília (DF) – O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), segue com a programação da Jornada das Águas neste sábado (23). Em Natal (RN), o ministro Rogério Marinho participa do anúncio da autorização de instalação de um transformador na Subestação João Pessoa II, localizada na capital paraibana. O equipamento vai possibilitar a expansão do sistema de transmissão que atende a Região Metropolitana de João Pessoa e o escoamento de potenciais excedentes de energia elétrica gerada em outras unidades federativas do Nordeste, incluindo o Rio Grande do Norte, para a Paraíba.

    “O Rio Grande do Norte é um dos grandes produtores de energia elétrica do País, especialmente quando falamos de matrizes alternativas, como a eólica. Esse equipamento vai permitir que o excedente da produção de energia elétrica feita aqui possa ser escoada também para a Paraíba. Isso será importante para gerar riquezas para a economia potiguar”, destaca o ministro Rogério Marinho.

    Foto: Divulgação

    O investimento para a ampliação da Subestação João Pessoa II é de R$ 87,7 milhões e será feito pela Borborema Transmissão de Energia S.A., empresa que detém a concessão dos serviços desde junho de 2018.

    Além disso, a concessionária também recebeu autorização da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), órgão vinculado ao MDR, para captar R$ 139 milhões junto ao Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e R$ 40 milhões, por meio do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE), para outras iniciativas de expansão da rede.

    Os recursos serão usados na construção, operação e manutenção das instalações de transmissão nas cidades paraibanas de João Pessoa, Conde, Fagundes, Campina Grande, Ingá, Itabaiana, Mogeiro, Pedras de Fogo, Pilar, Queimadas, Santa Rita, São José dos Ramos e São Miguel do Taipu.

    Jornada das Águas

    Durante os dez dias, serão realizados anúncios, entregas e liberações de recursos em dez estados brasileiros. Será promovida uma série de iniciativas que tem como essência quatro eixos: de infraestrutura, com entregas, inaugurações e anúncios de obras que levarão água aos moradores das regiões mais secas do país; de sustentabilidade, com ações de saneamento básico e de preservação, conservação e recuperação de bacias hidrográficas; de desenvolvimento econômico e social, com o apoio a organização de arranjos produtivos locais, promovendo geração de emprego e renda; e de melhoria da governança, com a modernização de toda a regulação do setor.

    A primeira parada da Jornada das Águas ocorreu na segunda-feira (18), em Minas Gerais. Depois, passou pela Bahia na terça (19), pelo Ceará na quarta (20) e por Paraíba e Pernambuco na quinta (21). Após o Rio Grande do Norte, com agendas nesta sexta (22) e sábado (23), a comitiva do MDR passará ainda por Piauí, Maranhão, Alagoas e Sergipe.

    Últimas Notícias

     


    Veja Também