terça-feira, novembro 30, 2021

4ª ONDA: Diretora da OMS se monstra preocupada com avanço da COVID-19 e carnaval no Brasil

O mundo está entrando em uma quarta onda da pandemia do novo coronavírus. A avaliação é da diretora-geral adjunta de acesso a medicamentos e...
More

    Últimas Notícias

    Recital de alunos da Escola de Artes marca Dia do Músico e da Música

    O Dia do Músico e da Música comemorado nesta segunda-feira (22) contou com ampla programação cultural na Escola de Artes de Mossoró. O recital “SuperArte” marcou o início da tradicional programação cultural da Escola de Artes, que reúne alunos e professores da instituição no encerramento das aulas no segundo semestre do ano. A programação segue até o dia 26.

    A programação da noite do recital “SuperArte” contou com show da Banda Sinfônica Municipal Artur Paraguai na área externa da Escola de Artes. A Banda Artur Paraguai completou 85 anos em agosto deste ano e é o grupo artístico local mais antigo em atividade, abrilhantando vários eventos em Mossoró e cidades circunvizinhas.

    “É uma satisfação imensa quando se trata de música, e o prazer que a Banda Arthur Paraguai tem de estar aqui trabalhando com essa juventude. Dentro desse sentimento maior que é a música, aquela coisa que arrasta o sorriso, purifica o coração. Então, pra gente é um prazer imenso, muito grande mesmo porque a banda de música aos seus 85 anos está sempre progredindo, mostrando continuidade”, destacou o maestro da Banda Artur Paraguai, João Célio.

    O secretário municipal de Cultura, Etevaldo Almeida, acompanhou as apresentações dos alunos da Escola de Artes e ressaltou a importância da retomada das apresentações de forma presencial, mesmo que para uma quantidade menor de público.

    “Hoje nós estamos fazendo o encerramento das atividades que são ofertadas na Escola de Artes. Hoje, Dia do Músico e da Música, a gente faz o encerramento com essas apresentações didáticas, nós temos o trabalho que foi realizado durante o ano a partir de cada uma das modalidades que são ofertadas na Escola de Artes. Então, pra gente é muito significante estar retornando com esses recitais uma vez que devido à pandemia nós não tínhamos realizado no ano passado. Este ano, efetivamente, a nossa gestão apresenta o resultado das nossas atividades realizadas através dessas apresentações no Dia do Músico e da Música que pra gente é muito significativo”, comentou o secretário.

    O recital foi a estreia para novos talentos da Escola de Artes. Um deles é David Barreto, de 11 anos. O jovem é aluno do curso de violão. “A música é como se fosse um talento cultural que se reflete em vários países, principalmente aqui no Brasil que é cultural. Eu gosto muito de tocar na Escola de Artes, mesmo entrando no meio do ano”, disse o aluno.

    O recital também marcou a estreia de Júlia Anneliss. Aluna do curso de teatro, a jovem de 10 anos se apresentou para o público composto por familiares e amigos dos alunos da Escola de Artes.

    “Eu gosto de ficar assim na frente das telas desde pequenininha, eu queria ser atriz e eu acho muito legal. Quando eu era menorzinha eu ficava atuando na frente dos espelhos, aí eu sempre gostei de teatro”, comentou entusiasmada Júlia.

    Da plateia, a mãe da jovem atriz viu a apresentação da filha e destacou a importância dessa interação cultural promovida pela Escola de Artes. “Esse é um espaço muito bom para socialização, interação da criança e também é um momento de eles aprenderem mais, interagirem mais e o recital é a culminância dessas atividades e de todas essas ações que a Prefeitura faz. Eu acho que é um momento muito bom, além de partilhar e da socialização das crianças, um momento da interação também das famílias”, comentou a professora Marta Jussara, que é mãe da aluna Júlia Anneliss.

    Últimas Notícias

     


    Veja Também